Mercado fechará em 44 mins
  • BOVESPA

    121.860,79
    +1.154,88 (+0,96%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.218,91
    +389,60 (+0,80%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,35
    +1,53 (+2,40%)
     
  • OURO

    1.842,20
    +18,20 (+1,00%)
     
  • BTC-USD

    50.272,31
    +1.677,52 (+3,45%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.407,50
    +48,94 (+3,60%)
     
  • S&P500

    4.181,11
    +68,61 (+1,67%)
     
  • DOW JONES

    34.440,00
    +418,55 (+1,23%)
     
  • FTSE

    7.043,61
    +80,28 (+1,15%)
     
  • HANG SENG

    28.027,57
    +308,90 (+1,11%)
     
  • NIKKEI

    28.084,47
    +636,46 (+2,32%)
     
  • NASDAQ

    13.402,75
    +302,50 (+2,31%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3957
    -0,0168 (-0,26%)
     

Gigante do e-commerce revela que paga funcionários com yuan digital há meses

Anderson Mendes
·2 minuto de leitura

Na segunda-feira (26), a gigante do e-commerce chinês JD.com afirmou utilizar o yuan digital para pagar parte de seus funcionários desde janeiro deste ano.

A informação foi divulgada pelo portal TechCrunch. Desde setembro do ano passado a JD.com se tornou parceira do governo chinês na implementação do yuan digital, participando de testes com a moeda digital emitida pelo Banco Popular da China.

Com o sucesso dos testes, a empresa se tornou uma das primeiras varejistas a aceitar a nova moeda do país como forma de pagamento, o que acabou sendo bem visto pelo público.

Apenas na primeira semana de oferta de pagamentos com yuan digital, no início de dezembro, e empresa registrou quase 20 mil pedidos feitos com a moeda. Com isso, a companhia resolveu ir além, utilizando a moeda digital do governo para pagar o salário de diversos funcionários.

Empresas de tecnologia envolvidas no yuan digital

A JD.com não é a única grande empresa que tem apoiado a implementação do yuan digital no país. Outras empresas de tecnologia estão participando ativamente da construção dessa nova economia baseada no CBDC chinês.

O grupo inclui, por exemplo, a plataforma de streaming Bilibili, o provedor de serviços Meituan e o aplicativo de transporte Didi, que já aceitam a nova moeda como meio de pagamento. O governo chinês tem escolhido estrategicamente essas empresas de tecnologia, pois suas plataformas online ajudam no rastreio de fluxos do dinheiro.

Pensando nisso, o banco central do país fechou parceria com a gigante de jogos e redes sociais Tencent, que será uma das operadoras da moeda no país, além de ajudar com pesquisas referentes ao projeto.

Outra gigante chinesa, a Huawei, lançou recentemente uma carteira compatível com o yuan digital em um de seus smartphones, permitindo transações de forma instantânea mesmo se o dispositivo não estiver conectado à Internet.

CBDCs em demais países

Até o momento, a China é o país que possui maior avanço na implementação do seu CBDC, tendo inclusive planos de globalizar a plataforma do yuan digital.

A também Suécia já iniciou os testes do seu CBDC, enquanto os Estados Unidos e a União Europeia estão apenas em fases de estudo sobre o dólar e o euro digital.

O Brasil também estuda a implementação de um real 100% digital. O presidente do Bacen, Roberto Campos Neto, afirmou recentemente que o projeto está bem avançado e que novidades serão anunciadas em breve.

O artigo Gigante do e-commerce revela que paga funcionários com yuan digital há meses foi visto pela primeira vez em BeInCrypto.