Mercado fechado
  • BOVESPA

    93.952,40
    -2.629,76 (-2,72%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    36.987,86
    +186,49 (+0,51%)
     
  • PETROLEO CRU

    35,72
    -0,45 (-1,24%)
     
  • OURO

    1.878,80
    +10,80 (+0,58%)
     
  • BTC-USD

    13.559,51
    +260,66 (+1,96%)
     
  • CMC Crypto 200

    264,91
    +1,27 (+0,48%)
     
  • S&P500

    3.269,96
    -40,15 (-1,21%)
     
  • DOW JONES

    26.501,60
    -157,51 (-0,59%)
     
  • FTSE

    5.577,27
    -4,48 (-0,08%)
     
  • HANG SENG

    24.107,42
    -479,18 (-1,95%)
     
  • NIKKEI

    22.977,13
    -354,81 (-1,52%)
     
  • NASDAQ

    11.089,00
    -253,75 (-2,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6872
    -0,0584 (-0,87%)
     

Gestora William Blair aposta em poder de compra de chineses

Sydney Maki
·2 minutos de leitura

(Bloomberg) -- Consumidores chineses devem impulsionar o crescimento de empresas em mercados emergentes nos próximos anos, de acordo com gestores da William Blair, que citaram ações de saúde e de tecnologia como suas favoritas.

Em grande parte protegidas da guerra comercial EUA-China, ações denominadas em renminbi que atendem à demanda local, como a provedora de serviços oftalmológicos Aier Eye Hospital, podem subir ainda mais, disseram Todd McClone e Casey Preyss, cujos retornos de investimento superaram 95% dos pares neste ano.

“O tipo de empresa em que estamos investindo é aquela que tem se beneficiado do aumento da renda disponível”, disse McClone, que trabalha em Londres. Na China, “você tem um enorme mercado interno com bons retornos sobre capital e com longas pistas de crescimento”.

O fundo William Blair Emerging Markets Growth, com US$ 1 bilhão em ativos, retornou 17,7% em 2020, de acordo com dados compilados pela Bloomberg. A empresa tem US$ 5 bilhões investidos em mercados emergentes em vários fundos.

O sistema de saúde chinês é um bom exemplo das oportunidades que surgem à medida que a crescente classe média do país exige melhores serviços, disseram os gestores. A atenção dos consumidores se concentrará em serviços médicos, de diagnósticos e equipamentos hospitalares a produtos farmacêuticos e odontológicos, especialmente após a crise de coronavírus, segundo os gestores.

“O mercado de ações A da China oferece muitas oportunidades”, disse Preyss, de Chicago. “À medida que a renda aumenta, os níveis de riqueza sobem, os padrões de vida melhoram, a demanda por cuidados de saúde vai naturalmente continuar a crescer.”

A William Blair aposta em papéis de empresas como Shenzhen Mindray Bio-Medical Electronics, fornecedora de equipamentos médicos, Aier Eye Hospital e da empresa de saúde bucal Topchoice Medical Investment.

Empresas de comércio eletrônico e de tecnologia financeira também lideram a valorização das ações em países em desenvolvimento. No topo desses ganhos do fundo de crescimento da empresa ao longo do último anoestão empresas como Tencent, Alibaba, Taiwan Semiconductor e Samsung Electronics. Na América Latina, MercadoLibre e Magazine Luiza também são boas apostas, disseram.

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2020 Bloomberg L.P.