Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.496,21
    -2.316,66 (-2,04%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.463,26
    -266,54 (-0,55%)
     
  • PETROLEO CRU

    90,02
    -0,48 (-0,53%)
     
  • OURO

    1.761,20
    -10,00 (-0,56%)
     
  • BTC-USD

    21.282,89
    -2.142,96 (-9,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    504,88
    -36,72 (-6,78%)
     
  • S&P500

    4.228,48
    -55,26 (-1,29%)
     
  • DOW JONES

    33.706,74
    -292,30 (-0,86%)
     
  • FTSE

    7.550,37
    +8,52 (+0,11%)
     
  • HANG SENG

    19.773,03
    +9,12 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    28.930,33
    -11,77 (-0,04%)
     
  • NASDAQ

    13.253,75
    -269,50 (-1,99%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1892
    -0,0246 (-0,47%)
     

Gestora de ex-Credit atrai XP como sócia e apoio de Ometto

·1 min de leitura

(Bloomberg) -- A Grimper Capital, nova gestora de recursos do ex-diretor de investimentos do private banking do Credit Suisse no Brasil, Sylvio Castro, atraiu como sócia a maior corretora do Brasil.

A XP possui uma participação minoritária na gestora, que tem sede em São Paulo. A Grimper também recebeu capital inicial do family office de Rubens Ometto, fundador e presidente do conselho da gigante do açúcar Cosan.

A gestora e seus produtos são administrados de forma totalmente independente, segundo a XP e a Grimper. Sylvio Heck, diretor da Rio das Pedras Administração e Participações, gestora de recursos do family office de Ometto, Aguassanta, disse estar “satisfeito em poder fazer parte da gestora desde o início”. “Acompanhamos o trabalho desse time há anos.”

Executivos experientes no Brasil têm deixado para trás carreiras de décadas em grandes bancos para montar seu próprio negócio, com o juro baixo levando os investidores a procurar produtos mais sofisticados e tomar mais risco.

XP, Itaú Unibanco e Banco BTG Pactual têm comprado participações minoritárias em algumas dessas empresas para ajudar na distribuição, infraestrutura e desenvolvimento, enquanto participam dos lucros.

No fim de fevereiro, a Grimper lançou o fundo multimercado macro Blanc. O Grimper Meru Long Bias, com foco em ações, foi lançado no início deste mês. A empresa tem uma equipe de 13 pessoas e uma capacidade inicial para gerir cerca de R$ 5 bilhões. Castro começou a Grimper ao lado de André Szasz e João Paulo Freitas, depois que o trio saiu do Credit Suisse no ano passado.

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos