Mercado abrirá em 2 h 49 min
  • BOVESPA

    130.207,96
    +766,93 (+0,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.029,54
    -256,92 (-0,50%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,17
    +0,29 (+0,41%)
     
  • OURO

    1.864,90
    -1,00 (-0,05%)
     
  • BTC-USD

    40.019,28
    +843,52 (+2,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.003,15
    +34,30 (+3,54%)
     
  • S&P500

    4.255,15
    +7,71 (+0,18%)
     
  • DOW JONES

    34.393,75
    -85,85 (-0,25%)
     
  • FTSE

    7.171,33
    +24,65 (+0,34%)
     
  • HANG SENG

    28.638,53
    -203,60 (-0,71%)
     
  • NIKKEI

    29.441,30
    +279,50 (+0,96%)
     
  • NASDAQ

    14.139,25
    +14,50 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1341
    +0,0026 (+0,04%)
     

Gestão Covas muda o início do horário do rodízio noturno das 20h para as 21h

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A gestão Bruno Covas (PSDB) vai adiar das 20h para as 21h o horário do início do rodízio noturno na cidade de São Paulo.

A medida segue o governo estadual, que fez a mesma mudança no horário do toque de recolher. O período de restrição era das 20h às 5h; agora, é das 21h às 5h.

O rodízio noturno entrou em vigor no dia 22 de março. A medida faz parte do conjunto de ações adotadas pela prefeitura para tentar conter o avanço do coronavírus no município.

Quando a mudança no horário foi anunciada, Covas anunciou que o objetivo era fazer com que as pessoas dependessem menos do transporte público no horário de pico, além de forçar a diminuição na circulação de pessoas no período noturno.

Nesta sexta, o governo João Doria (PSDB) anunciou que prorrogará por duas semanas a fase de transição e ampliou horário de funcionamento de estabelecimentos até as 21h.

O governo João Doria (PSDB) anunciou nesta sexta-feira (7) que prorroga por duas semanas a fase de transição e ampliou horário de funcionamento de estabelecimentos até as 21h.