Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.038,11
    +2.117,50 (+1,77%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.249,02
    +314,11 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,82
    +0,11 (+0,17%)
     
  • OURO

    1.832,00
    +16,30 (+0,90%)
     
  • BTC-USD

    58.602,75
    +1.336,14 (+2,33%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.480,07
    +44,28 (+3,08%)
     
  • S&P500

    4.232,60
    +30,98 (+0,74%)
     
  • DOW JONES

    34.777,76
    +229,23 (+0,66%)
     
  • FTSE

    7.129,71
    +53,54 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    28.610,65
    -26,81 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    29.357,82
    +26,45 (+0,09%)
     
  • NASDAQ

    13.715,50
    +117,75 (+0,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3651
    -0,0015 (-0,02%)
     

Gerenciamento de álbuns do Google Fotos passa a funcionar offline

Igor Almenara
·2 minuto de leitura

O Google Fotos levou o gerenciamento de álbuns da galeria para o modo offline. Antes, criar e gerenciar o conteúdo dessas coleções só podia ser feito enquanto o celular estivesse conectado à internet, mas a função foi adaptada para momentos fora do ar.

Assim que concluída, as modificações são salvas no aparelho para serem sincronizadas com a nuvem assim que o dispositivo estabelecer uma nova conexão. Antes, para remanejar fotos e vídeos entre álbuns, os arquivos precisavam estar armazenados nos servidores do Google e, de lá, eles seriam realocados para onde o usuário preferir. Com a novidade, o recurso se torna uma aplicação que roda no próprio celular através do Google Fotos.

(Imagem: Reprodução/Android Police)
(Imagem: Reprodução/Android Police)

De acordo com o Android Police, que viu primeiro a novidade, não está claro quando o gerenciamento de álbuns recebeu suporte para operar sem internet. Na prática, a novidade apenas remove uma das travas inconvenientes do Google Fotos e o torna uma opção mais interessantes para criar álbuns e deixar os registros organizados — especialmente nos aparelhos em que atua como galeria nativa.

Em qualquer ocasião em que foi tomado um tempo para arrumar novas fotos, será possível independente da conexão com a internet. Isso se aplica a viagens, ou momentos em que falta uma conexão Wi-Fi e o pacote de dados já acabou. O trabalho offline também pode ser uma mão na roda para agilizar a criação desses grupos personalizados em redes mais lentas ou instáveis.

Verificamos e já encontramos a novidade aqui no Canaltech, num celular com Android 11 que roda o Google Fotos na versão 5.38, liberada no dia 15 de abril deste ano. A novidade não foi devidamente descrita nos detalhes de atualização do Google Fotos na Play Store, por isso, há a chance de ter sido liberado através dos servidores da companhia sem alarde. Infelizmente, se ainda não chegou, não há meios para acelerar a introdução do recurso.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: