Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.363,10
    -56,43 (-0,05%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.714,60
    -491,99 (-0,94%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,11
    -2,54 (-3,00%)
     
  • OURO

    1.798,50
    +5,10 (+0,28%)
     
  • BTC-USD

    58.835,05
    -3.422,03 (-5,50%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.410,49
    -63,84 (-4,33%)
     
  • S&P500

    4.551,68
    -23,11 (-0,51%)
     
  • DOW JONES

    35.490,69
    -266,19 (-0,74%)
     
  • FTSE

    7.253,27
    -24,35 (-0,33%)
     
  • HANG SENG

    25.628,74
    -409,53 (-1,57%)
     
  • NIKKEI

    29.098,24
    -7,77 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    15.595,00
    +50,00 (+0,32%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4390
    -0,0151 (-0,23%)
     

Georgieva pede que BCs comuniquem intenções de forma clara

·1 minuto de leitura

WASHINGTON (Reuters) - Os principais bancos centrais têm a responsabilidade de comunicar claramente suas intenções de política monetária conforme passam para um aperto, afirmou nesta terça-feira a diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional, Kristalina Georgieva.

Georgieva, falando remotamente de Washington, disse em um evento organizado pela Universidade Bocconi, na Itália, que está "extremamente interessada" em ver os bancos centrais dando continuidade ao alto nível de coordenação visto durante a pandemia de Covid-19.

"Foi impressionante, tem que continuar assim", disse Georgieva.

"Os grandes bancos centrais têm a responsabilidade de apresentar comunicações claras" sobre seus movimentos pretendidos de política monetária.

(Reportagem de Andrea Shalal e David Lawder)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos