Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.123,85
    -3.459,16 (-3,05%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.925,52
    -673,01 (-1,30%)
     
  • PETROLEO CRU

    74,46
    -0,83 (-1,10%)
     
  • OURO

    1.738,50
    +1,00 (+0,06%)
     
  • BTC-USD

    41.765,04
    -698,13 (-1,64%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.031,43
    -25,72 (-2,43%)
     
  • S&P500

    4.352,63
    -90,48 (-2,04%)
     
  • DOW JONES

    34.299,99
    -569,38 (-1,63%)
     
  • FTSE

    7.028,10
    -35,30 (-0,50%)
     
  • HANG SENG

    24.402,27
    -98,12 (-0,40%)
     
  • NIKKEI

    29.408,97
    -774,99 (-2,57%)
     
  • NASDAQ

    14.848,00
    +83,25 (+0,56%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3439
    +0,0013 (+0,02%)
     

General Motors realiza recall de todos os Chevrolet Bolt; entenda o motivo

·2 minuto de leitura

A General Motors informou que realizará o recall de todos os carros elétricos Chevrolet Bolt que já produziu — incluindo os modelos de nova geração. Segundo a montadora, um defeito na fabricação das baterias, feitas pela sul-coreana LG, pode causar incêndios no componente e destruir o veículo completamente. Os custos totais desse procedimento serão na casa dos US$ 2 bilhões.

Segundo a GM, as baterias da LG possuem defeitos na aba do ânodo e no separador, que podem se deteriorar e ocasionar o incêndio. Alguns casos recentes aconteceram nos Estados Unidos e em outras localidades e forçaram a montadora a realizar o recall separado em três fases; atualmente, ele está em seu lote final em todos os países em que a empresa revende seu principal automóvel elétrico.

Para garantir que o trabalho seja bem feito, a General Motors afirma que trabalhará em conjunto com a LG para que a substituição das baterias seja concluída, não adotando a tática de meros reparos. A montadora também vai solicitar junto aos sul-coreanos que todos os gastos e prejuízos sejam ressarcidos, já que as cifras, como citamos acima, são enormes e prejudicariam a divisão de carros elétricos da empresa.

Enquanto as trocas não são realizadas, a General Motors sugere a todos os proprietários do Chevrolet Bolt que não atuem no limite das baterias, sempre evitando que o carregamento ultrapasse os 90% e que, ao utilizar a carga, não deixe que a autonomia fique abaixo dos 100km.

E no Brasil?

O Chevrolet Bolt é um dos carros elétricos mais vendidos do Brasil e faz parte dos lotes fabricados pela GM desde o início da vida do automóvel. O Canaltech entrou em contato com a General Motors do Brasil para obter mais informações sobre um possível recall dessas unidades por aqui, mas, até o final da edição desta matéria, não teve resposta. Entretanto, se tudo seguir o padrão internacional, é possível que tenhamos o mesmo procedimento por aqui.

O Chevrolet Bolt de nova geração chegará ao Brasil em setembro e trará melhorias tecnológicas e de acabamento. O motor e a autonomia seguirão as mesmas. O preço ainda será revelado.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos