Mercado fechado
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,99 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,15
    -10,24 (-13,06%)
     
  • OURO

    1.788,10
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    55.108,35
    +577,47 (+1,06%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.365,60
    -89,82 (-6,17%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,04 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    24.080,52
    -659,64 (-2,67%)
     
  • NIKKEI

    28.751,62
    -747,66 (-2,53%)
     
  • NASDAQ

    16.051,00
    -315,00 (-1,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3485
    +0,1103 (+1,77%)
     

General Electric se dividirá em três empresas com focos distintos

·2 min de leitura
Modelo de aeromotor da General Electric (GE), durante a 4ª China International Import Expo em Shanghai, China, em novembro de 2021. General Electric manterá marca apenas no setor de aviação. (Foto: Zhai Huiyong / Costfoto/Barcroft Media via Getty Images)
General Electric manterá marca apenas no setor de aviação. (Foto: Zhai Huiyong / Costfoto/Barcroft Media via Getty Images)
  • A empresa será dividida em três unidades distintas, com foco em aviação, saúde e energia;

  • Porém, o nome General Electric (GE) ficará apenas com a empresa de aviação; 

  • Um dos motivos da divisão entre empresas envolve o baixo desempenho das ações da GE;

Nesta terça-feira, a gigante industrial norte-americana General Electric (GE) anunciou em comunicado à imprensa que se dividirá em três empresas. Um dos motivos de mudança foram os anos de desempenho baixo de suas ações na Bolsa. A partir de agora, a empresa será dividida em três unidades distintas: aviação, saúde e energia. A GE planeja separar a unidade de saúde no início de 2023 e a unidade de energia no início de 2024, de acordo com a CNBC. 

Leia também:

A separação já teve consequências positivas para a empresa na Bolsa de Nova York, que registrou uma alta de 12% no pré-mercado de ações. Segundo o CEO da empresa, Lawrence Culp, “Ao criar três empresas públicas globais líderes da indústria, cada uma pode se beneficiar de um maior foco, alocação de capital sob medida e flexibilidade estratégica para impulsionar o crescimento de longo prazo e valor para clientes, investidores e funcionários”, disse. em um comunicado que acompanha o anúncio.

Nome "General Electric" continuará com a empresa de aviação

O nome General Electric é histórico no mercado desde a criação da empresa em 1800, tendo sido co-fundada por Thomas Edison, e tendo passado por várias transformações ao longo do século passado conforme as mudanças da economia norte-americana, tornando-se líder em eletrodomésticos, motores a jato e turbinas de energia. Agora, com a separação das empresas, o nome GE continuará com a empresa de aviação após a mudança ser concluída, segundo informações da CNBC. 

Em um passado distante, a empresa passou períodos como a maior empresa em valor de mercado até o início dos anos 2000, mas nunca se recuperou da crise financeira de 2008. Apesar do recente desempenho superior, as ações da GE tiveram um desempenho muito inferior ao do mercado nas últimas duas décadas. As ações perderam 2% ao ano desde 2009, em comparação com um retorno anual de 9% para as empresas que estão na S&P 500, de acordo com a FactSet.

A empresa tem sido afetada por altos níveis de endividamento nos últimos anos, o que gerou ceticismo em Wall Street. As estruturas de capital das três novas empresas serão anunciadas posteriormente, disse a GE. A empresa disse que usará os recursos da recente venda de sua unidade de financiamento de aviação para pagamento de dívidas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos