Mercado abrirá em 20 mins
  • BOVESPA

    102.814,03
    +589,77 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.796,30
    +303,78 (+0,61%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,32
    -1,63 (-2,33%)
     
  • OURO

    1.796,20
    +11,00 (+0,62%)
     
  • BTC-USD

    57.393,43
    +258,57 (+0,45%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.454,27
    +25,34 (+1,77%)
     
  • S&P500

    4.655,27
    +60,65 (+1,32%)
     
  • DOW JONES

    35.135,94
    +236,60 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,99
    -81,96 (-1,15%)
     
  • HANG SENG

    23.475,26
    -376,98 (-1,58%)
     
  • NIKKEI

    27.821,76
    -462,16 (-1,63%)
     
  • NASDAQ

    16.312,00
    -78,75 (-0,48%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3673
    +0,0381 (+0,60%)
     

General Electric (GE) anuncia divisão em três empresas

·1 min de leitura
O nome "General Electric" será conservado para a empresa especializada no setor aeronáutico (AFP/Joseph Prezioso)

O conglomerado americano General Electric (GE) anunciou nesta terça-feira (9) que vai separar suas atividades em três empresas diferentes, todas presentes na Bolsa e especializadas em aviação, atendimento de saúde e energia.

Em Wall Street, a ação da GE operava em alta de quase 11%, a 120 dólares, nas negociações eletrônicas antes da abertura.

"Com a criação de três empresas internacionais, líderes, cada uma pode se beneficiar de uma especialização maior, de um redirecionamento de recursos bem adaptado e de uma flexibilidade estratégica que permita obter um crescimento a longo prazo e valor para os consumidores, os investidores e os funcionários", declarou Lawrence Culp, CEO da GE, citado em um comunicado.

De modo concreto, a GE pretende criar no início de 2023 uma nova entidade a partir de sua divisão de saúde, na qual deve manter uma participação de 19,9%.

As atividades vinculadas às energias renováveis e turbinas eólicas e gás serão reagrupadas em uma empresa única a partir do início de 2024.

Após as mudanças, o nome "General Electric" será conservado para uma terceira empresa especializada no setor aeronáutico.

Criada no fim do século XIX por Thomas Edison, a GE é um dos grupos símbolos da indústria americana, com presença em vários setores, do transporte às finanças, passando pelos meios de comunicação e computação.

Duramente afetado pela crise de 2008, o conglomerado enfrentou um processo de reestruturação e uma enorme dívida nos últimos anos.

Em 2018 saiu do Dow Jones Industrial Average, índice de referência em Wall Street, que integrou por 111 anos.

E em outubro apresentou resultados trimestrais mais satisfatórios, beneficiado em particular pelo forte aumento do lucro no setor de aviação.

dho/bt/lda/lm/fp

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos