Mercado fechará em 1 h 37 min
  • BOVESPA

    100.661,23
    +1.988,97 (+2,02%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.274,58
    +533,08 (+1,12%)
     
  • PETROLEO CRU

    109,95
    +2,33 (+2,17%)
     
  • OURO

    1.825,60
    -4,70 (-0,26%)
     
  • BTC-USD

    20.848,10
    -334,80 (-1,58%)
     
  • CMC Crypto 200

    454,40
    -7,40 (-1,60%)
     
  • S&P500

    3.904,06
    -7,68 (-0,20%)
     
  • DOW JONES

    31.463,30
    -37,38 (-0,12%)
     
  • FTSE

    7.258,32
    +49,51 (+0,69%)
     
  • HANG SENG

    22.229,52
    +510,46 (+2,35%)
     
  • NIKKEI

    26.871,27
    +379,30 (+1,43%)
     
  • NASDAQ

    12.046,75
    -93,75 (-0,77%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5322
    -0,0202 (-0,36%)
     

Geleiras ao norte da Groenlândia estão derretendo em velocidade recorde

As pequenas geleiras da Groenlândia, conhecidas como periféricas, estão derretendo em velocidades recordes, especialmente as localizadas mais ao norte do globo, conforme aponta um novo estudo liderado pela DTU Space. Para esta conclusão, o trabalho estimou a perda em massa destas geleiras nas últimas duas décadas.

Diversas pesquisas demonstram como a temperatura do Ártico está subindo mais rapidamente do que em qualquer outra parte do mundo. Um resultado direto disto é a perda cada vez mais acelerada das geleiras periféricas da Groenlândia, aquelas que não possem conexão com o manto de gelo da grande ilha.

As geleiras periféricas são as mais vulneráveis às mudanças de temperatura no Ártico (Imagem: Reprodução/AFIS)
As geleiras periféricas são as mais vulneráveis às mudanças de temperatura no Ártico (Imagem: Reprodução/AFIS)

As geleiras periféricas correspondem a 4% do gelo que cobre a Groenlândia, uma área com quase o mesmo tamanho da Irlanda (pouco mais de 70 mil km quadrados). Ainda assim, elas contribuem com até 11% da perda total da camada de gelo da região, colaborando também para a elevação do nível do mar.

O professor da DTU Space, Shfaqat A. Khan, principal autor do estudo, explica que estas pequenas geleiras são mais sensíveis às mudanças contínuas de temperatura. “Portanto, derretem mais rápido do que vemos em muitos outros lugares do Ártico”, diz. Para ele, um sinal evidente de como as mudanças climáticas estão afetando o polo norte.

Geleiras periféricas ameaçadas

A partir dos dados coletados pelos satélites norte-americanos ICESat e ICESat-2, os pesquisadores observaram o aumento do derretimento destas pequenas geleiras nos últimos 20 anos. Entre outubro de 2018 e dezembro de 2021, houve um perda anual média de 42,3 gigatoneladas de gelo.

O mapa sinaliza, em cores, as geleiras periféricas da Groenlândia (Imagem: Reprodução/Shfaqat A. Khan et al.)
O mapa sinaliza, em cores, as geleiras periféricas da Groenlândia (Imagem: Reprodução/Shfaqat A. Khan et al.)

No período de fevereiro de 2003 a outubro de 2009, a perda anual foi, em média, de 27,2 gigatoneladas. "Podemos ver que há um aumento acentuado no derretimento das geleiras no norte da Groenlândia”, ressalta Khan. O número, apesar de assustador, é esperado, dado o aumento da temperatura global neste período.

Mesmo que estas geleiras não estejam diretamente conectadas ao manto de gelo da Groenlândia, os pesquisadores ressaltam a importante de incluí-las no total do derretimento de gelo para avaliar o quanto a região, como um todo, tem contribuído para a elevação do nível do mar.

Por exemplo, no manto de gelo da Groenlândia existe uma variação sazonal, onde o gelo se recupera no inverno e recua no verão — quando o derretimento é maior que o depósito de neve, o manto diminui. No entanto, existem poucas pesquisas sobre esta dinâmica nas geleiras periféricas.

trabalho foi apresentado na revista Geophysical Research Letters.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos