Mercado fechará em 3 h 53 min
  • BOVESPA

    118.659,51
    +1.279,02 (+1,09%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.852,74
    -273,77 (-0,61%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,76
    -0,01 (-0,02%)
     
  • OURO

    1.856,00
    +0,80 (+0,04%)
     
  • BTC-USD

    31.434,00
    -934,29 (-2,89%)
     
  • CMC Crypto 200

    631,42
    -15,90 (-2,46%)
     
  • S&P500

    3.863,30
    +7,94 (+0,21%)
     
  • DOW JONES

    31.062,23
    +102,23 (+0,33%)
     
  • FTSE

    6.659,25
    +20,40 (+0,31%)
     
  • HANG SENG

    29.391,26
    -767,75 (-2,55%)
     
  • NIKKEI

    28.546,18
    -276,11 (-0,96%)
     
  • NASDAQ

    13.467,50
    -8,00 (-0,06%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5416
    -0,0946 (-1,43%)
     

Geely e Foxconn formam parceria para produzir carros para outras montadoras

Yilei Sun e Yimou Lee
·1 minuto de leitura
Produto da Foxconn em exibição em Taiwan

Por Yilei Sun e Yimou Lee

PEQUIM/TAIPÉ (Reuters) - A Foxconn e a montadora chinesa de veículos Zhejiang Geely anunciaram nesta quarta-feira que vão formar uma parceria para fornecer contratos de fabricação para outras montadoras.

Cada uma delas deterá 50% de um empreendimento que também prestará serviços de consultoria em tecnologias de veículos elétricos (EVs) às montadoras, afirmaram as empresas em comunicado.

Isso marca o movimento mais recente da Foxconn, uma grande fornecedor de serviços de montagem de produtos da Apple, no setor de automóveis após uma parceria com a startup chinesa de carros elétricos Byton e ocorre em meio a relatos de que a Apple provavelmente lançará um carro elétrico autônomo em 2024.

Para a Geely, a parceria permitirá que ela compartilhe sua primeira plataforma com foco em EVs, lançada em setembro, com outras montadoras, de acordo com pessoas familiarizadas com o plano.

É também o segundo negócio anunciado esta semana pela Geely, que disse que trabalhará com o gigante chinês Baidu para desenvolver veículos elétricos.

A Geely, que possui a Volvo Cars e 9,7% da Daimler, está empenhada em melhorar a taxa de utilização da capacidade de suas fábricas na China, disseram fontes.

A principal empresa listada do grupo chinês, a Geely Automobile, tem capacidade para produzir mais de 2 milhões de veículos por ano, praticamente o mesmo volume produzido por todas as montadoras do Brasil em 2020, mas vendeu cerca de 1,32 milhão em 2020. A Geely Automobile planeja emitir ações na bolsa STAR da China este ano.

A Foxconn, cujo nome oficial é Hon Hai Precision Industry, disse em outubro que pretendia fornecer componentes ou serviços para 10% dos veículos elétricos do mundo até 2025-2027.

(Por Yilei Sun e Yimou Lee)