Mercado abrirá em 9 h 32 min
  • BOVESPA

    108.714,55
    +2.418,37 (+2,28%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.833,80
    -55,86 (-0,11%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,65
    -0,11 (-0,13%)
     
  • OURO

    1.806,00
    -0,80 (-0,04%)
     
  • BTC-USD

    62.775,07
    +1.008,69 (+1,63%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.508,91
    +1.266,23 (+521,77%)
     
  • S&P500

    4.566,48
    +21,58 (+0,47%)
     
  • DOW JONES

    35.741,15
    +64,13 (+0,18%)
     
  • FTSE

    7.222,82
    +18,27 (+0,25%)
     
  • HANG SENG

    26.104,29
    -27,74 (-0,11%)
     
  • NIKKEI

    29.090,44
    +490,03 (+1,71%)
     
  • NASDAQ

    15.567,50
    +71,75 (+0,46%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4305
    -0,0058 (-0,09%)
     

Geekbench proíbe vazamento de benchmark para produtos não lançados

·2 minuto de leitura

Gosta de acesso antecipado a informações sobre novos processadores e placas de vídeo? Então esta mudança no mercado é do seu interesse: o Geekbench está reformulando suas políticas de uso, e graças a isso o mercado de vazamentos sairá prejudicado.

A Primate Labs, que desenvolve a plataforma, decidiu não publicar mais no site da ferramenta testes preliminares de novos processadores. Componentes voltados para amostras a parceiros e peças de qualificação interna não figurarão mais os dados públicos do Geekbench. Mesmo o hardware finalizado, que ainda não foi anunciado oficialmente, terá suas informações suprimidas.

Isto não significa que Intel, AMD, Qualcomm, Samsung, Nvidia e tantas outras não poderão mais usar o Geekbench para testar seus chips. Apenas que o sigilo desses protótipos estará assegurado — o que é ótimo para elas. Com frequência era a plataforma que mostrava os primeiros sinais de vida de novos processadores e outros componentes, como placas de vídeo. Agora, as coisas irão mudar.

Mais novidades para eventos oficiais?

(Imagem: Vladdeep/Envato)
(Imagem: Vladdeep/Envato)

Apesar de antecipar dados sobre novidades do mercado, os testes preliminares de hardware no Geekbench por muitas vezes traziam suspeitas. Por exemplo, era comum que um novo chip surgisse por lá mostrando um desempenho abaixo das expectativas do usuário, e com o lançamento oficial, os números fossem bem melhores. E isso acontecia por uma série de fatores, afinal, o produto ainda não estava finalizado para comercialização.

Com essa mudança, as empresas acabarão tendo mais novidades para anunciar durante a oficialização de novos processadores, SoC para dispositivos móveis, e placas de vídeo. Isso é, se além da “proteção” do Geekbench, conseguirem se evadir dos insiders — que costumam se concentrar mais na revelação de recursos e design de produtos.

Vale destacar que isso não afetará as comparações de desempenho entre produtos que já estão no mercado. Ou seja, quando a Qualcomm lançar seus novos chips Snapdragon, eles figurarão no Geekbench normalmente — e então poderão ser comparados com rivais e antecessores.

No final, a medida resguarda companhias e mexe com a ansiedade dos usuários mais apressados. A Primate Labs não informou o motivo pelo qual tomou essa decisão, se limitando a inseri-la no seu site sem maiores explicações.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos