Mercado abrirá em 19 mins
  • BOVESPA

    101.915,45
    -898,58 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.698,72
    -97,58 (-0,20%)
     
  • PETROLEO CRU

    69,04
    +2,86 (+4,32%)
     
  • OURO

    1.784,90
    +11,30 (+0,64%)
     
  • BTC-USD

    57.035,46
    -390,02 (-0,68%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.466,64
    +23,86 (+1,65%)
     
  • S&P500

    4.567,00
    -88,27 (-1,90%)
     
  • DOW JONES

    34.483,72
    -652,22 (-1,86%)
     
  • FTSE

    7.151,06
    +91,61 (+1,30%)
     
  • HANG SENG

    23.658,92
    +183,66 (+0,78%)
     
  • NIKKEI

    27.935,62
    +113,86 (+0,41%)
     
  • NASDAQ

    16.371,25
    +220,75 (+1,37%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3929
    +0,0229 (+0,36%)
     

Gavião Arqueiro │ 5 motivos para assistir a nova série da Marvel

·10 min de leitura

A nova série do Universo Cinematográfico da Marvel (MCU, na sigla em inglês) chega ao Disney+ nesta quarta-feira (24) com uma proposta bem diferente das demais produções lançadas para streaming até agora. Ao invés de discutir o luto, apresentar o peso do legado ou abrir as portas para o multiverso, Gavião Arqueiro se apoia em uma história muito mais simples e humana: a do herói que só quer ter um dia de folga, mas que precisa lidar com o fardo da profissão.

E é justamente por ser essa trama mais pé no chão que muita gente está em dúvida se deve ou não assistir a série. Vamos combinar que o Gavião Arqueiro dificilmente é o personagem favorito de alguém e o final bastante morno de What If....? deixou até mesmo os fãs mais apaixonados pela Marvel bastante receosos quanto as próximas produções.

Contudo, não há o que temer. Embora o escopo da nova série seja bem menor do que as demais produções lançadas até aqui, é essa abordagem mais cotidiana que chama a atenção. A história do herói que quer voltar para casa a tempo de passar o Natal com a família é aquela lembrança de que os Vingadores também são gente como a gente e que passam por alguns perrengues bastante mundanos — ou que nem sempre estão relacionados a salvar a existência da completa e absoluta obliteração.

Assim, se você não sabe se deve dedicar suas próximas quartas-feiras a Gavião Arqueiro, o Canaltech lista 5 bons motivos para você assistir a aventura do herói mais subestimado do MCU.

5. Inspirado em uma HQ excelente

A gente tira sarro do personagem, mas a verdade é que o fato de Clint Barton (Jeremy Renner) ser um herói sem poderes é o que o torna mais interessante. E esse é um aspecto bastante presente nos quadrinhos que serviram de base para a série.

Arte promocional faz referência direta aos quadrinhos (Imagem: Divulgação/Marvel Studios)
Arte promocional faz referência direta aos quadrinhos (Imagem: Divulgação/Marvel Studios)

O arco de histórias do Gavião Arqueiro escritas com Matt Fraction é um dos grandes clássicos modernos da Marvel, ganhador de diversos prêmios e responsável por mudar a percepção que muita gente tinha do personagem na época. Além de adotar um estilo artístico bem peculiar, também mudou o tom da trama e deu uma pegada muito mais humana ao herói.

Para isso, o autor decidiu mostrar o que Barton faz em seu tempo livre, ou seja, fora dos Vingadores. É aí que acompanhamos seu cotidiano como um cara quase normal, com seu mau humor e sarcasmo lidando com gangues nas ruas e vilões bizarros enquanto precisa treinar uma jovem heroína e cuidar de um cachorro que encontrou na rua.

E muito disso foi transportado para a série. Toda a identidade visual de Gavião Arqueiro faz alusão à arte de David Aja, com um estilo mais minimalista e puxando para um roxo bastante chamativo e a tônica da trama segue os mesmos moldes de retratar Barton como esse cara comum.

Série trouxe até o cachorro Sortudo dos quadrinhos (Imagem: Divulgação/Marvel Studios)
Série trouxe até o cachorro Sortudo dos quadrinhos (Imagem: Divulgação/Marvel Studios)

É claro que a história precisou ser adaptada, mas o clima é o mesmo. A série coloca o personagem no chão e mostra que ele é mesmo só um cara comum, com uma vida comum que, por um acaso, está junto dos heróis mais poderosos da Terra. Tanto que ele apanha de capangas de uma gangue de bandidos que usam moletom e está sempre ranzinza por ter que lidar com situações absurdas como essa quando tudo o que ele queria era alguns dias de paz com a sua família.

A relação com Kate Bishop (Hailee Steinfeld) e o próprio cachorro Sortudo são elementos que também saíram dos quadrinhos e que são explorados por aqui. Assim, se você curtiu a HQ, espere ver algo nessa linha por aqui.

4. Todo o carisma de Kate Bishop

E ao mesmo tempo em que Gavião Arqueiro se apoia muito nos quadrinhos para construir essa ambientação, a série tem uma diferença que é crucial na dinâmica geral da história: a verdadeira protagonista da história é Kate Bishop e não Clint Barton.

Kate Bishop é carisma puro e já está pronta para conquistar o MCU (Imagem: Divulgação/Marvel Studios)
Kate Bishop é carisma puro e já está pronta para conquistar o MCU (Imagem: Divulgação/Marvel Studios)

Pelo menos é isso que os dois primeiros episódios da série deixam transparecer, dando um foco enorme na novata e em sua história. E essa é uma sacada muito boa, já que o título original do seriado — Hawkeye — serve tanto para o Gavião Arqueiro que a gente conhece quanto para Gaviã Arqueira, que é o título que a personagem usa nos quadrinhos.

Esse protagonismo inesperado está longe de ser um problema, porque a atriz Hailee Steinfeld é muito carismática e consegue segurar bem a responsabilidade e entrega uma personagem de que é muito fácil a gente gostar. Com um jeito empolgado até demais, ela contrasta muito com o espírito ranzinza de Barton, o que faz com que a dinâmica entre a dupla de heróis seja a melhor coisa da série.

Em termos de habilidade, Bishop não deixa nada a desejar ao seu mentor (Imagem: Divulgação/Marvel Studios)
Em termos de habilidade, Bishop não deixa nada a desejar ao seu mentor (Imagem: Divulgação/Marvel Studios)

É tão divertido ver a dupla junto, ainda mais quando eles passam a discutir e a tirar sarro da irrelevância do Gavião Arqueiro dentro do MCU. Embora seja um dos Vingadores originais, ele é pouco lembrado e Bishop é uma das poucas exceções que venera o arqueiro. E isso rende ótimos diálogos tentando entender por que as pessoas não o valorizam e o que pode ser feito para contornar isso.

Se a ideia é renovar o rol de heróis e trazer uma nova geração para substituir a velha guarda, Kate Bishop foi um tiro certeiro da Marvel.

3. Conexão com o futuro da Marvel

Como tudo no MCU, Gavião Arqueiro não é apenas uma série isolada e a gente já sabe que ela vai se conectar com o restante do universo Marvel do cinema e do streaming. O próprio Kevin Feige, presidente do Marvel Studios, já confirmou que a história do seriado vai se conectar diretamente com Eco, seriado recém-anunciado e que chegará em breve ao Disney+.

Maya Lopez vai ganhar a sua própria série, o que já indica sua importância para o futuro do MCU (Imagem: Divulgação/Marvel Studios)
Maya Lopez vai ganhar a sua própria série, o que já indica sua importância para o futuro do MCU (Imagem: Divulgação/Marvel Studios)

A personagem está em Gavião, vivida pela atriz Alacqua Cox. Até agora, pouco foi dito sobre o tamanho de seu papel na trama, já que ela aparece muito pouco nos dois episódios iniciais do seriado. Contudo, o fato de ela ter um spin-off para chamar de seu já é um grande indicativo de como sua participação vai ser muito maior do que a da vilã saco de pancada.

Nos quadrinhos, Eco é uma heroína que é apresentada inicialmente como uma vilã do Demolidor. Enganada pelo Rei do Crime, ela acredita que o Homem Sem Medo foi o responsável pela morte de seu pai e, por isso, vai atrás do Demônio de Hell’s Kitchen. Depois de descobrir a verdade, passa a combater o crime e chega a assumir a alcunha de Ronin por um tempo — vínculo que foi usado para trazê-la para a série.

Assim, para quem ainda espera ver o Demolidor sendo reintegrado ao MCU, acompanhar a estreia de Eco em Gavião Arqueiro é um primeiro passo importante.

Será que a estreia de Eco é a porta de entrada para o retorno do Demolidor e do Rei do Crime? (Imagem: Divulgação/Marvel Studios)
Será que a estreia de Eco é a porta de entrada para o retorno do Demolidor e do Rei do Crime? (Imagem: Divulgação/Marvel Studios)

Outra conexão que a série tem com o futuro está mais uma vez relacionado com Kate Bishop. Nas HQs, a personagem é membro do grupo dos Jovens Vingadores e a Marvel já vem sinalizando que a equipe está caminhando para aparecer nas telas. Dessa forma, conhecer Bishop é fundamental para já ir se preparando para um eventual anúncio do time.

2. Ótimas atuações e personagens interessantes

Mas nem tudo é futuro e Gavião Arqueiro entrega muito também no presente. Como dito, Hailee Steinfeld é a grande surpresa da série, com uma representação bastante carismática dessa jovem empolgada por conhecer seu herói de infância. E ela não é a única a fazer bonito.

Já nos primeiros episódios, quem rouba a cena é o ator Tony Dalton (Better Call Saul), que vive o suspeito Jack Duquesne. Na série, ele é apresentado como o mais novo padrasto de Kate, mas é sugerido que ele tem alguns negócios espúrios e que deve encaminhar para ser um dos vilões da trama. Nos quadrinhos, o seu personagem é o vilão Espadachim, que foi responsável pelo treinamento do Gavião Arqueiro quando este ainda era um criminoso.

Jack Duquesne e Eleanor Bishop são dois personagens que prometem entregar muito mais nos próximos episódios (Imagem: Divulgação/Marvel Studios)
Jack Duquesne e Eleanor Bishop são dois personagens que prometem entregar muito mais nos próximos episódios (Imagem: Divulgação/Marvel Studios)

Só que, mais do que encaminhar para essa possível reviravolta, o ator é uma enorme surpresa. A princípio, ele parece ser apenas um coadjuvante no núcleo familiar de Kate, mas rapidamente se torna em alguém muito interessante, com um tipo de malícia e sagacidade em sua fala que nos faz ligar o sinal de alerta para a sua pessoa. Há um duelo de esgrima entre ele e sua enteada que é um dos pontos altos dos episódios de estreia de Gavião Arqueiro.

O próprio Jeremy Renner está muito bem, trazendo diferentes facetas para seu Gavião Arqueiro. Ao mesmo tempo que ele é esse rabugento que está cansado de salvar o mundo, ele também traz esse alguém com diversos traumas, principalmente por ter perdido sua melhor amiga da maneira de maneira tão traumática e culpado por ter seguido um caminho tão sombrio quanto o do Ronin.

E há ainda a promessa de Alacqua Cox como Maya Lopez, a Eco. A personagem aparece muito pouco nesses episódios iniciais, mas é interessante ver como a jovem surda que nunca atuou na vida vai se sair já em uma série tão grande quanto essa.

1. A despedida do herói

A Marvel não comentou nada sobre a possibilidade de Gavião Arqueiro ser ou não a despedida de Barton do MCU, mas a verdade é que todos os indícios apontam para isso. Então o simples fato de descobrir se o Gavião vai mesmo se despedir da franquia ou não é um motivo para acompanhar a série.

Já há uma espécie de clima de despedida para o velho Gavião Arqueiro. Será? (Imagem: Divulgação/Marvel Studios)
Já há uma espécie de clima de despedida para o velho Gavião Arqueiro. Será? (Imagem: Divulgação/Marvel Studios)

E não há como negar que há um clima de despedida na história. Quando o personagem promete para a esposa que vai voltar para casa a tempo do Natal é quase como um atestado de que ele vai morrer antes disso, o que já desperta nossa curiosidade. Além disso, há o fato de que ele está treinando uma sucessora, o que também é um forte indício de que isso deve acontecer — até porque seria redundante ter dois arqueiros dentro do MCU.

A gente já vem vendo essa tentativa da Marvel de renovar seu grupo de heróis e, como dito, tudo leva a crer que é uma questão de tempo para que os Jovens Vingadores apareçam. Dessa forma, Clint Barton já cumpriu sua missão e pode se despedir — e a série deve contar como ele vai alcançar a paz para fazer isso.

Busca por redenção de Barton é o mote da jornada do personagem (Imagem: Divulgação/Marvel Studios)
Busca por redenção de Barton é o mote da jornada do personagem (Imagem: Divulgação/Marvel Studios)

É aqui que todo o lado dramático mencionado anteriormente ganha peso. Depois de perder sua amiga e ter se tornado um assassino maluco, Barton precisa fazer as pazes consigo mesmo e estar em contato com alguém mais novo e que se inspira nele é uma forma bastante tradicional de alcançar essa redenção. E isso quase sempre termina com uma morte e uma passagem de bastão.

E vale lembrar que Viúva Negra deixou uma enorme deixa para Gavião Arqueiro, indicando que Yelena Belova (Florence Pugh) deve ir atrás de Barton por acreditar que ele foi o responsável pela morte de Natasha (Scarlett Johansson). Como as pessoas descobriram o que aconteceu em Vormir, ninguém sabe, mas as chances de termos esse confronto vindo aí são enormes.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos