Mercado fechará em 4 h 14 min
  • BOVESPA

    115.797,60
    +129,82 (+0,11%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.585,96
    +434,58 (+0,96%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,01
    -0,21 (-0,33%)
     
  • OURO

    1.769,20
    -28,70 (-1,60%)
     
  • BTC-USD

    50.979,96
    +1.807,32 (+3,68%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.020,01
    +25,35 (+2,55%)
     
  • S&P500

    3.888,34
    -37,09 (-0,94%)
     
  • DOW JONES

    31.773,69
    -188,17 (-0,59%)
     
  • FTSE

    6.667,88
    +8,91 (+0,13%)
     
  • HANG SENG

    30.074,17
    +355,93 (+1,20%)
     
  • NIKKEI

    30.168,27
    +496,57 (+1,67%)
     
  • NASDAQ

    13.124,25
    -177,75 (-1,34%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7077
    +0,1372 (+2,09%)
     

Gates ganha com alta de 196% de ação de firma de jatos privados

Ben Stupples
·3 minuto de leitura

(Bloomberg) -- A crise de coronavírus não impediu as viagens aéreas dos ricos globais. A diferença é que eles voam cada vez mais em jatos privados, e alguns têm conseguido enormes retornos com a tendência.

Bill Gates, Nassef Sawiris, James Packer e Kerry Stokes acumularam mais de US$ 1,2 bilhão na maior operadora mundial de bases de jatos particulares, segundo dados compilados pela Bloomberg. A empresa, Signature Aviation, recentemente se tornou foco de uma disputa de aquisição envolvendo a Blackstone, Carlyle e Global Infrastructure Partners (GIP), o que ajudou suas ações a quase triplicarem de preço desde a mínima em meados de março.

Os voos privados são uma das poucas categorias de viagens que resistiram durante a pandemia de Covid-19, oferecendo aos mais abastados a oportunidade de voar, mas minimizando o risco devido ao contato com outros passageiros. Como o tráfego global de passageiros de companhias aéreas caiu, a atividade de jatos particulares teve melhor desempenho e estava no mesmo nível nas primeiras três semanas de janeiro em relação ao início de 2020, apesar da nova onda de coronavírus, de acordo com pesquisa da empresa de consultoria e dados de aviação WingX.

“Alguns clientes só voavam comercialmente antes da pandemia, mas a Covid-19 mudou tudo”, disse Michael S. Harris, diretor de family office na Verdence Capital Advisors, que administra cerca de US$ 2,5 bilhões. “A maneira como viajamos agora pode ter mudado para sempre.”

Gates, que se tornou o maior acionista da Signature depois de se tornar investidor da empresa em 2009, quadruplicou sua participação entre julho e agosto do ano passado. Sawiris, a pessoa mais rica do Egito de acordo com o Índice de Bilionários da Bloomberg, mais que dobrou sua fatia em 2020, para 7,4%, tornando-se o terceiro maior acionista da empresa. Firmas de investimento do bilionário de cassinos Packer e do magnata da mídia Stokes surgiram no mês passado como beneficiárias de um fundo administrado pela 2B Investments (Australia) Holdings, que emergiu como acionista quando a pandemia ganhava força em março.

A recente disputa pela aquisição da Signature impulsionou as ações, levando o valor de mercado da empresa para 3,5 bilhões de libras (US$ 4,8 bilhões). Depois que a empresa foi abordada pela Blackstone - apoiada por Gates -, o Carlyle disse que avalia fazer uma oferta e tem até 4 de fevereiro para formalizar seu interesse, segundo comunicado de 7 de janeiro da Signature.

O GIP voltou à disputa em 11 de janeiro com uma oferta de compra de US$ 4,6 bilhões que foi aceita pela Signature, embora a empresa tenha dito que consideraria outras propostas. A Blackstone e Gates, que se uniram, bem como o Carlyle ainda podem superar o GIP com ofertas mais altas.

A participação de 16% que Gates possui diretamente por meio de sua holding, a Cascade Investment, agora vale cerca de US$ 780 milhões, enquanto a fundação de sua família controla outros 2,7% avaliados em quase US$ 150 milhões, segundo os documentos. A NNS Holding, de Sawiris, possui cerca de US$ 350 milhões após acumular mais ações da Signature no mês passado, aumentando sua aposta em uma guerra de propostas e na indústria de jatos particulares.

Representantes da Signature, da empresa de investimento de Packer - Consolidated Press Holdings - da NNS, da Cascade Investment e da Seven Group Holdings, onde Stokes é presidente do conselho, não quiseram comentar.

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.