Mercado abrirá em 2 h 21 min
  • BOVESPA

    108.095,53
    +537,86 (+0,50%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.056,27
    +137,99 (+0,27%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,07
    -0,29 (-0,40%)
     
  • OURO

    1.783,60
    -1,90 (-0,11%)
     
  • BTC-USD

    49.168,93
    -1.135,32 (-2,26%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.282,47
    -22,65 (-1,74%)
     
  • S&P500

    4.701,21
    +14,46 (+0,31%)
     
  • DOW JONES

    35.754,75
    +35,32 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.337,31
    +0,26 (+0,00%)
     
  • HANG SENG

    24.254,86
    +257,99 (+1,08%)
     
  • NIKKEI

    28.725,47
    -135,15 (-0,47%)
     
  • NASDAQ

    16.357,75
    -34,50 (-0,21%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2698
    -0,0043 (-0,07%)
     

Gastos com construção nos EUA caem inesperadamente em setembro

·1 min de leitura
Casa em construção atrás de uma placa de "vendida" em um novo empreendimento no condado de York, Carolina do Sul

WASHINGTON (Reuters) - Os gastos com construção nos Estados Unidos caíram de forma inesperada em setembro, em meio a quedas nos investimentos em projetos públicos e privados.

O Departamento do Comércio informou nesta segunda-feira que os gastos com construção recuaram 0,5%, após alta de 0,1% em agosto. Economistas consultados pela Reuters previam acréscimo de 0,4%.

Os gastos com construção subiram 7,8% em setembro em comparação com o mesmo período no ano anterior. O governo informou na semana passada que o Produto Interno Bruto (PIB) aumentou a uma taxa anualizada de 2,0%, desaceleração ante o ritmo veloz de 6,7% nos meses de abril a junho.

Os gastos com projetos de construção privados diminuíram 0,5% em setembro, após queda de 0,3% em agosto, enquanto o investimento em construção residencial recuou 0,4%, após subir 0,1% em agosto. Os gastos com construção de moradias unifamiliares tiveram declínio de 0,6% e os com projetos habitacionais multifamiliares caíram 0,3%.

A escassez e os materiais de construção mais caros estão limitando a construção de moradias.

O investimento na construção privada não residencial, como gás e perfuração de poços de petróleo, caiu 0,6% em setembro. As despesas com estruturas recuaram pelo segundo trimestre consecutivo no período de julho a setembro, declínio puxado por estruturas comerciais e de saúde.

As despesas com obras públicas caíram 0,7% em setembro, após alta de 1,2% em agosto. Gastos com obras dos governos estaduais e locais dos EUA tiveram declínio de 0,4%, enquanto os investimentos do governo federal despencaram 4,3%.

(Por Lucia Mutikani)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos