Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.064,36
    +1.782,08 (+1,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.464,27
    +125,93 (+0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,24
    +1,01 (+1,40%)
     
  • OURO

    1.742,80
    -36,00 (-2,02%)
     
  • BTC-USD

    44.657,85
    +1.085,47 (+2,49%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.119,18
    +10,26 (+0,92%)
     
  • S&P500

    4.448,98
    +53,34 (+1,21%)
     
  • DOW JONES

    34.764,82
    +506,50 (+1,48%)
     
  • FTSE

    7.078,35
    -5,02 (-0,07%)
     
  • HANG SENG

    24.510,98
    +289,44 (+1,19%)
     
  • NIKKEI

    29.639,40
    -200,31 (-0,67%)
     
  • NASDAQ

    15.296,00
    +132,50 (+0,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2251
    +0,0163 (+0,26%)
     

Gas Consultoria diz que WhatsApp de líder preso foi hackeado

·3 minuto de leitura
Líder da Gas Consultoria olhando para tela de celular
Líder da Gas Consultoria olhando para tela de celular

A liderança da Gas Consultoria publicou um comunicado afirmando que o WhatsApp de Glaidson dos Santos foi hackeado.

Na última semana, a empresa foi alvo da Operação Kriptos, que acabou culminando com a apreensão de milhões, além de carros de luxo e imóveis dos principais suspeitos.

Durante a ação, o principal alvo das autoridades foi Glaidson dos Santos, ex-garçom apontado como líder do possível esquema de pirâmide financeira. Sua prisão foi efetuada em uma casa de luxo na capital do Rio de Janeiro, e mantida após audiência de custódia.

Ele é apontado por ser o “cabeça” de um dos maiores esquemas com a imagem do Bitcoin na Região dos Lagos, que tem uma força-tarefa investigando a atuação de dez empresas, todas envolvidas em golpes de investimentos com promessas de retornos fixos de mercado.

Essa região ganhou destaque após duas edições consecutivas do Fantástico apontar que a região estava tomada de pirâmides, que estariam até cometendo crimes umas contra as outras. A repercussão foi maior após o assassinato do “Rei do Pullback”, morto a tiros em um Porsche no início de agosto.

WhatsApp de líder da Gas Consultoria foi hackeado, diz empresa

Após a apreensão de milhões de Glaidson dos Santos, itens eletrônicos e muito mais, a assessoria de comunicação da Gas Consultoria agora informou aos clientes que o WhatApp dele teria sido hackeado.

O caso aconteceu no último sábado (28), quando ao buscar entrar em contato com Glaidson, algumas pessoas perceberam que as respostas recebidas estavam confusas.

Segundo a comunicação da Gas Consultoria, clientes receberam pedidos de transferência de dinheiro e até de criptomoedas, indicando que o número foi violado, mas sem entrar em muitos detalhes.

Whatsapp de Gladson responde após ser preso. Empresa diz que é hacker.
Whatsapp de Gladson responde após ser preso. Empresa diz que é hacker.

“Prezados, na manhã deste sábado (28/08) identificamos o ataque de hackers ao celular do
nosso CEO, Glaidson. Até onde sabemos, os criminosos violaram o Whatsapp para enviar diversas mensagens pedindo, em nome do CEO da G.A.S Consultoria, transferências de dinheiro e criptomoedas para uma conta específica de propriedade desconhecida”.

A assessoria de comunicação da Gas Consultoria pede que os clientes desconsiderem as mensagens e informaram que estão em busca de bloquear essas ações. Essa nota da Empresa GAS Consultoria pode ser lida na íntegra aqui.

Comunicado GAS
Comunicado GAS

O caso mostra que além do suposto golpe aplicado contra clientes, que voltaram a fazer uma carreata no sábado, após o evento da última sexta (27), pessoas que buscam explicações para o caso ainda estão sujeitas a caírem em outros golpes associados ao caso.

O Livecoins procurou a Polícia Federal do Rio de Janeiro para comentar se é verdade que o WhatsApp de Glaidson foi hackeado, mas não obteve retorno até o fechamento dessa matéria.

Balanço da Operação Kriptos divulgado pela Polícia Federal

Segundo a Polícia Federal, foram cumpridos 15 mandados de busca e apreensão contra suspeitos da Gas Consultoria. Foram presos 5 pessoas, sendo 3 no Rio de Janeiro e mais 2 em São Paulo.

Além disso, foram apreendidos 591 Bitcoins, que ficarão a disposição da justiça para eventual penhora e ressarcimento de clientes. Em espécie, foram apreendidos cerca de R$ 14 milhões e mais 100 em libras esterlinas, mas outros valores em moedas estrangeiras seguem sendo apurados.

Relógios de alto valor, jóias, celulares e mais eletrônicos também foram apreendidos na operação. Chama atenção que 21 carros de luxo foram levados pelas autoridades, que encontraram esses bens com os suspeitos. Em nota, a PF declarou que essa pode ser a maior apreensão de criptomoedas já feita no Brasil.

“Tudo indica que esta será a maior apreensão de criptomoedas e valores, em espécie, somados, da Polícia Federal”.

Fonte: Livecoins

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos