Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.296,18
    -1.438,83 (-1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.889,66
    -130,39 (-0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,98
    +1,48 (+1,79%)
     
  • OURO

    1.793,10
    +11,20 (+0,63%)
     
  • BTC-USD

    60.140,69
    -856,10 (-1,40%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.453,34
    -49,69 (-3,31%)
     
  • S&P500

    4.544,90
    -4,88 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    35.677,02
    +73,94 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.204,55
    +14,25 (+0,20%)
     
  • HANG SENG

    26.126,93
    +109,40 (+0,42%)
     
  • NIKKEI

    28.804,85
    +96,27 (+0,34%)
     
  • NASDAQ

    15.324,00
    -154,75 (-1,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5808
    -0,0002 (-0,00%)
     

Garrafa com mensagem do Japão é encontrada no Havaí 37 anos após ser lançada ao mar

·1 minuto de leitura

Uma garrafa lançada ao mar no Japão em 1984 foi encontrada 37 anos depois a 6 mil km de distância, no Havaí, Estados Unidos. O objeto tinha uma mensagem escrita por estudantes do ensino médio da cidade de Choshi, que participavam de um projeto para estudar a corrente marítima de Kuroshio.

A garrafa foi encontrada por Abbie Graham, de nove anos, numa praia de Paradise Park. Dentro, havia três formulários em japonês, português e inglês que explicavam a origem do recipiente e apresentavam o endereço da escola.

— Estava coberta de lama quando peguei e dei para o papai. Alguns dias depois, abrimos e descobrimos que era do Japão — contou em entrevista ao Hawaii Tribune-Herald.

Esta foi a 51ª garrafa do projeto encontrada. No total, 750 foram para o mar entre os anos de 1984 e 1985. Havia 19 anos, porém, que nenhuma delas aparecia. A última foi descoberta em 2002, na ilha japonesa de Kikaijima.

— Achávamos que a última havia sido encontrada em Kikaijima. Nunca imaginamos que outra seria descoberta 37 anos depois — disse o vice-diretor da escola, Jun Hayashi, ao jornal Mainichi.

Abbie encontrou o objeto ainda em junho, mas os formulários de contato chegaram à escola japonesa apenas em setembro. A menina também enviou para os alunos um desenho dela ao lado da irmã, Aubrie.

Nesta semana, a escola de Choshi divulgou que duas alunas, Nozomi Hakkaku e Asuka Yamaguchi, de 16 anos, escreveram uma carta de agredecimento para Abbie, que será enviada com uma bandeira em miniatura do Japão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos