Mercado fechará em 28 mins

Garoto morre ao atender celular que carregava

(Pixabay)

O estudante Iago Aguiar, de 16 anos, morreu ao utilizar o celular enquanto a bateria estava sendo carregada. O jovem, que morava em Tianguá, a cerca de 300 quilômetros de Fortaleza, no Ceará, teria tirado o dispositivo da tomada e o colocado para carregar no computador em um laboratório de informática, na escola, utilizando a entrada USB. O caso aconteceu na última semana.

De acordo com o jornal Tribuna do Ceará, o dispositivo recebeu uma chamada e, ao tentar atender a ligação, o garoto recebeu uma forte descarga elétrica. Iago foi socorrido e encaminhado a um hospital da região, mas não resistiu.

A Perícia Forense do Ceará estuda o caso para identificar a causa da morte do jovem.

Entenda

É preciso prestar bastante atenção na hora de carregar o celular. A primeira dica de especialistas é utilizar cabos e adaptadores originais. Alguns dispositivos piratas, vendidos a um preço menor, pode entregar uma corrente maior ou menor do que prometem, o que pode resultar em um carregamento lento ou mesmo em superaquecimento do aparelho e até explosões.

Outra dica importante é tirar o celular da tomada assim que a recarga for concluída, reduzindo as chances de um raio atingir a rede elétrica e gerar a descarga no usuário.

Problemas elétricos na rede elétrica da casa ou estabelecimento também podem aumentar as chances de curto-circuitos, resultando em choque e até incêndios.