Mercado abrirá em 5 h 32 min
  • BOVESPA

    108.523,47
    -1.617,53 (-1,47%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.049,05
    +174,15 (+0,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,49
    +0,10 (+0,14%)
     
  • OURO

    1.890,60
    +14,00 (+0,75%)
     
  • BTC-USD

    22.775,90
    -587,07 (-2,51%)
     
  • CMC Crypto 200

    523,01
    -13,85 (-2,58%)
     
  • S&P500

    4.136,48
    -43,28 (-1,04%)
     
  • DOW JONES

    33.926,01
    -127,89 (-0,38%)
     
  • FTSE

    7.901,80
    +81,64 (+1,04%)
     
  • HANG SENG

    21.185,93
    -474,54 (-2,19%)
     
  • NIKKEI

    27.693,65
    +184,19 (+0,67%)
     
  • NASDAQ

    12.571,25
    -52,75 (-0,42%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5364
    -0,0021 (-0,04%)
     

Garantia física de hidrelétricas do Brasil tem redução de 3,54%, conclui governo

Hidrelétrica de Furnas, em Minas Gerais

SÃO PAULO (Reuters) - O Ministério de Minas e Energia publicou nesta sexta-feira uma portaria com os novos valores de garantia física de 120 usinas hidrelétricas do país, com uma redução de 3,54% que passa a vigorar a partir de 1º janeiro de 2023.

A garantia física é um parâmetro que estabelece a quantidade de energia que uma usina de geração consegue suprir. Ela tem ainda um valor comercial, dado que, pela garantia física, estima-se o quanto de energia um empreendimento pode comercializar.

No caso das usinas hidrelétricas, serve ainda para definir sua cota de participação no Mecanismo de Realocação de Energia (MRE) --espécie de "condomínio" das usinas, em que ônus e bônus (maior ou menor geração) são compartilhados.

Pelas regras do setor elétrico, as garantias físicas das usinas devem ser revistas periodicamente a cada cinco anos.

Esta revisão ordinária abrangeu 120 das 150 usinas hidrelétricas despachadas centralizadamente no Sistema Interligado Nacional (SIN). O novo cálculo prevê um montante total de 35.675,7 megawatts (MW) médios atribuído às 120 usinas, redução de 3,54% ante os valores anteriores.

O processo de revisão das garantias físicas é importante para adequar o parque gerador existente à sua capacidade de geração efetiva, conforme evoluções na matriz vão ocorrendo.

"O procedimento de revisão de garantia física fortalece a segurança do atendimento e as operações de comercialização de energia elétrica, de forma a preservar a estabilidade de regras, a segurança do investimento privado, o respeito aos contratos, a segurança jurídica e regulatória, além de propiciar redução nas tarifas de energia ao consumidor, pilares defendidos por este Ministério", disse o Ministério, em nota.

(Por Letícia Fucuchima)