Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.647,99
    +1.462,52 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.798,38
    +658,14 (+1,26%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,66
    +1,35 (+1,66%)
     
  • OURO

    1.768,10
    -29,80 (-1,66%)
     
  • BTC-USD

    60.672,24
    -1.148,15 (-1,86%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.464,06
    +57,32 (+4,07%)
     
  • S&P500

    4.471,37
    +33,11 (+0,75%)
     
  • DOW JONES

    35.294,76
    +382,20 (+1,09%)
     
  • FTSE

    7.234,03
    +26,32 (+0,37%)
     
  • HANG SENG

    25.330,96
    +368,37 (+1,48%)
     
  • NIKKEI

    29.068,63
    +517,70 (+1,81%)
     
  • NASDAQ

    15.144,25
    +107,00 (+0,71%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3297
    -0,0741 (-1,16%)
     

Games estão na moda

·4 minuto de leitura

Se antes eles eram sinônimos de nerds ou pessoas solitárias, os games estão mais que na moda, pois agora transitam por ela. Ser gamer hoje é sinônimo de ser cool sem ser cringe, não apenas por garantir um passe para comunidades digitais imperdíveis ou trazer um vasto conhecimento de navegabilidade pelos melhores canais gamers da Twitch.tv ou Youtube, mas também pelo fato do geek também poder ser chique, e isso não é de hoje. Entretanto, os trâmites entre games e moda estão alcançando outros patamares. E não, não estamos falando do Drest.

DOU-LHE UMA…

Vamos começar por uma parceria que chamou bastante a atenção de todos — do mundo da moda e dos games — em 2019. A começar pela inusitada collab entre Louis Vuitton e Riot Games nas finais do Worlds, mundial de League of Legends. O jogo é um multiplayer online battle-arena (MOBA para os íntimos), que basicamente consiste de duas equipes que duelam entre si para destruir a base adversária, e que, segundo a própria Riot Games, criadora da obra, tem número de jogadores diários que chega aos 8 milhões de pessoas — o que faz de LoL um dos cinco jogos mais jogados do mundo. Além de uma mala feita sob medida para o troféu da equipe campeã daquele ano, as marcas desenvolveram uma série de skins (roupagem do personagem) de prestígio desenhadas por Nicolas Ghesquière, diretor criativo da Louis Vuitton.

Qiyana com a skin desenvolvida pela Louis Vuitton (Crédito: Riot Games / Reprodução)

Por mais que Ghesquière não seja um dos mais de 117 milhões de usuários ativos mensais do LoLzinho, ou talvez um dos quase 100 milhões de espectadores únicos que assistiram ao campeonato mundial daquele ano, seu design para a campeã Qiyana (personagem do game) brilhou os olhos de gamers e entusiastas da moda.

DOU-LHE DUAS…

No ano seguinte foi a vez de Marc Jacobs, Valentino e GCDS. Suas peças apareceram no popular e carismático Animal Crossing: New Horizons, videogame de simulação social em tempo real desenvolvido pela Nintendo, onde você pode esculpir sua própria ilha e personalizar seus personagens e praticamente tudo nela. O momento não poderia ter sido mais perfeito: o jogo se tornou uma válvula de escape ao ser lançado logo após o início da pandemia do Covid-19, e hoje acumula mais de 33 milhões de jogadores. E em meio a um momento em que novas ideias surgiram enquanto nos adaptamos ao isolamento social, levar a moda aonde os gamers estavam foi uma sacada de mestre.

Personagens de Animal Crossing vestem roupas da Valentino (Crédito: Nintendo / Reprodução)

No Animal Crossing é possível criar suas próprias peças de roupa, ideia que acabou por criar iniciativas dedicadas à divulgação das melhores peças. Contudo, quem esperaria que grandes marcas levariam o jogo a sério? Foi assim que essas gigantes da moda não apenas entraram na brincadeira como disponibilizaram suas peças gratuitamente para quem quisesse baixar e usar, uma estratégia ideal para ficar na memória de todos os habitantes digitais do game.

Personagens de Animal Crossing vestem roupas da GCDS (Crédito: Nintendo / Reprodução)

…DOU-LHE TRÊS!

A mais recente parceria entre jogos e moda resolveu ir ainda mais longe e em mão dupla. A Balenciaga resolveu unir forças com o fenômeno Fortnite, da Epic Games. O Battle Royale, gênero de videogame onde diversos jogadores entram em uma arena e apenas o último sobrevivente será declarado vencedor, no ar desde 2017 e com mais de 400 milhões de usuários ao redor do globo, já é conhecido por parcerias no mundo da música, esportes e outras marcas de entretenimento, e fez bonito no mundo da moda.

Balenciaga faz parceria com Fortnite (Crédito: Epic Games / Reprodução)

Desde o dia 20 de setembro, é possível comprar os mais diversos itens para incrementar os looks de quatro dos personagens prediletos da obra – Ramirez, Banshee, Doggo e Knight. Com isso, novas skins, acessórios para as costas em formato de mochilas, picaretas, sprays, gestos e tudo mais levam a assinatura Balenciaga. Por outro lado, moletons, chapéus e camisetas Fortnite encontraram o caminho da alta costura desde o dia 21 de setembro, com presença nas lojas físicas e online da marca em todo o mundo.

Balenciaga faz parceria com Fortnite (Crédito: Epic Games / Reprodução)

Certamente nenhuma dessas iniciativas é à toa. Marcas de moda de luxo querem se posicionar no centro de uma das mais poderosas e crescentes indústrias da atualidade. O universo dos games faturou mais que o cinema e esportes norte-americanos juntos! São mais de US$ 180 bilhões apenas em 2020, e esses números ficam ainda mais impressionantes se entramos no universo dos esports, os campeonatos profissionais de jogos. Cada vez maiores e integrados à cultura popular, sua audiência deve chegar a 729 milhões de espectadores apaixonados pelo esporte eletrônico.

E, sem sombra de dúvidas, as colaborações estão longe de terminar. A Puma acabou de lançar uma coleção com o mesmo Animal Crossing no mundo real, seguindo a onda de outras como PlayStation e Xbox. Mas essa é uma história para outra das nossas partidas. Até lá, GGWP ou ”bom jogo, bem jogado”.

O post Games estão na moda apareceu primeiro em Fast Company Brasil | O Futuro dos Negócios.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos