Mercado abrirá em 6 h 16 min
  • BOVESPA

    111.289,18
    +1.085,18 (+0,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.037,05
    -67,35 (-0,13%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,64
    -0,71 (-0,81%)
     
  • OURO

    1.812,70
    -17,00 (-0,93%)
     
  • BTC-USD

    35.970,03
    -1.769,34 (-4,69%)
     
  • CMC Crypto 200

    818,83
    -36,98 (-4,32%)
     
  • S&P500

    4.349,93
    -6,52 (-0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.168,09
    -129,61 (-0,38%)
     
  • FTSE

    7.469,78
    +98,32 (+1,33%)
     
  • HANG SENG

    23.659,16
    -630,74 (-2,60%)
     
  • NIKKEI

    26.108,52
    -902,81 (-3,34%)
     
  • NASDAQ

    13.938,00
    -220,50 (-1,56%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0937
    -0,0127 (-0,21%)
     

Games, criptomoedas e NFTs: mais uma gigante entra no jogo

·2 min de leitura

Dados divulgados na última segunda-feira (10), pela empresa DappRadar, apontam que as vendas de tokens não fungíveis (NFTs) atingiram cerca de US$25 bilhões em 2021. O valor representa um salto gigantesco em relação ao ano anterior, quando não passou dos US$ 94 milhões. As vendas atingiram o pico em agosto, depois caíram em setembro, outubro e novembro, antes de subirem novamente em dezembro, mostraram os dados do maior mercado de NFT, o OpenSea.

Evolução das vendas de NFTs, por bimestre, em dólares (Crédito: DappRadar)

Há menos de um ano, a GameStop — varejista do mercado gamer americano — chocou o setor especulativo com um aumento astronômico das suas ações, de uma hora para outra. Agora, a empresa volta às manchetes com mais um anúncio.

A marca, criada nos anos 1980 com o intuito de vender consoles, acessórios e jogos em lojas físicas, entrará para o mercado das criptomoedas e dos NFTs. A informação é, originalmente, do Wall Street Journal. O anúncio seria parte de uma estratégia da empresa, após virar meme com o crescimento vertiginoso — e mal explicado — de suas ações na Bolsa de Nova Iorque.

De acordo com a reportagem, a varejista contratou mais de 20 pessoas para administrar uma nova unidade que construirá um hub digital para compra, venda e negociação de NFTs. Os itens envolvidos nas transações seriam itens para os avatares usarem nas missões, como armas e roupas. A empresa já teria, inclusive, começado contato com empresas de criptografia para trocar conhecimento e desenvolver jogos hospedados com tecnologia blockchain. O anúncio marca um grande turning point na história da empresa de 38 longos anos.

NÃO PARA POR AÍ

Nas últimas semanas, grandes desenvolvedores de videogames, como Ubisoft e Square Enix (desenvolvedora de Final Fantasy) fizeram incursões em NFTs. E, de acordo com o report anual da empresa CoinDesk, os jogos foram a terceira aplicação mais financiada da tecnologia blockchain, arrecadando um recorde de US$ 3 bilhões de investidores.

Mas a GameStop não é a única empresa a se reinventar com criptomoedas: a varejista de eletrônicos RadioShack anunciou que desenvolverá uma plataforma de troca de criptomoedas junto com um token próprio. Pegar o bonde parece ser uma estratégia atual para empresas com uma longa história e que precisam se reinventar para não sumirem de vez.

O post Games, criptomoedas e NFTs: mais uma gigante entra no jogo apareceu primeiro em Fast Company Brasil | O Futuro dos Negócios.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos