Mercado fechado

Game of Thrones | George R.R. Martin fala sobre progresso do novo livro

Laísa Trojaike

George R.R. Martin, autor da série de livros As Crônicas de Gelo e Fogo, mais popularmente conhecida como Game of Thrones, revelou que o isolamento está o ajudando a fazer um “progresso constante” no aguardado The Winds of Winter, o sexto livro da série.

Martin passou os últimos meses em uma cabana nas montanhas e de lá publicou uma mensagem em seu blog, dizendo estar fazendo o possível para se manter saudável em meio à pandemia e que, apesar de estar progredindo, ainda vai demorar um pouco para concluir o livro.

"O isolamento imposto me ajudou a escrever. Estou passando longas horas todos os dias em The Winds of Winter e fazendo progresso constante. Eu terminei um novo capítulo ontem, outro há três dias, mais um outro na semana anterior. Mas não, isso não significa que o livro será finalizado amanhã ou publicado na próxima semana. Vai ser um livro enorme e ainda tenho um longo caminho a percorrer. Por favor, não dê credibilidade a nenhum dos sites de clickbait que gostam de analisar cada palavra de minhas postagens como se fossem encíclicas papais aos significados ocultos divinos".

George R. R. Martin (Imagem: Reprodução)

O autor ainda falou de planos e compromissos que foram interrompidos pela pandemia, mas explica que não está muito perturbado com isso e que irá fazer tudo no tempo certo. Enquanto isso, “volto a Westeros”, escreveu. “Ultimamente tenho visitado com Cersei, Asha, Tyrion, Ser Barristan e Areo Hotah. Voltarei a Bravos na próxima semana”. Ele finalizou a mensagem dizendo que tem tido bons e maus momentos durante esse período: “Tenho dias ruins, que me deprimem, e dias bons, que me elevam, mas, apesar de tudo, estou satisfeito com a maneira como as coisas estão indo”.

Ainda sem uma previsão de lançamento para o novo livro, Martin explicou que já não tem mais o mesmo ritmo de escrita. “Eu gostaria que eles fossem mais rápidos, é claro. Em 1999, quando eu estava profundamente na escrita de A Tormenta de Espadas, eu fazia uma média de 150 páginas de manuscrito por mês. Temo que nunca mais recupere esse ritmo. Olhando para trás, não tenho certeza de como fiz isso.”

O autor ainda revelou que está alternando os momentos de escrita com leituras e comenta alguns dos melhores livros que leu nos últimos dias. Para os fãs, resta serem compreensivos e aguardar pelo próximo volume.

Ao final do texto, Martin escreveu: “Agora vocês terão de me dar licença. Arya está chamando. Eu acho que ela quer matar alguém”.

Imagem: Reprodução


Fonte: Canaltech