Mercado abrirá em 6 h 11 min
  • BOVESPA

    101.915,45
    -898,58 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.698,72
    -97,58 (-0,20%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,18
    +2,00 (+3,02%)
     
  • OURO

    1.782,70
    +6,20 (+0,35%)
     
  • BTC-USD

    57.076,77
    -169,32 (-0,30%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.469,08
    +26,30 (+1,82%)
     
  • S&P500

    4.567,00
    -88,27 (-1,90%)
     
  • DOW JONES

    34.483,72
    -652,22 (-1,86%)
     
  • FTSE

    7.059,45
    -50,50 (-0,71%)
     
  • HANG SENG

    23.754,64
    +279,38 (+1,19%)
     
  • NIKKEI

    27.987,97
    +166,21 (+0,60%)
     
  • NASDAQ

    16.363,75
    +213,25 (+1,32%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3929
    +0,0229 (+0,36%)
     

Gambiarra leva a Google Play Store para dentro do Windows 11

·2 min de leitura

Desde a semana passada já dá para experimentar aplicativos de Android no Windows 11 — para isso, porém, o usuário precisa ser um membro do programa Windows Insider. Apesar de o recurso ser oficialmente limitado aos apps da Amazon AppStore, usuários já conseguiram colocar a Google Play Store para rodar direto do computador.

A descoberta tuitada pelo perfil ADeltaX foi feita através de uma série de gambiarras no simulador de Terminal do Windows 11, então está longe de ser algo acessível para o usuário mais leigo em PCs e Linux. Basicamente, o hacker mexeu diretamente no Subsistema Windows para Android (WSA) para habilitar o suporte ao Google Play Services e à loja do Android, ambos necessários para instalar aplicativos distribuídos pela Gigante das Pesquisas.

A loja do Google roda nativamente no Windows 11 com o uso de algumas gambiarras (Imagem: Reprodução/ADeltaX)
A loja do Google roda nativamente no Windows 11 com o uso de algumas gambiarras (Imagem: Reprodução/ADeltaX)

O sucesso do experimento é extremamente promissor e abre caminho para diversas possibilidades. A partir desse port da loja do Google, o usuário poderia baixar qualquer aplicativo disponível para Android — embora existam relatos de que nem tudo funciona, o que já era de se esperar.

Bugs visuais bem incômodos podem ser encontrados no processo, como mostra uma das capturas de tela (Imagem: Reprodução/ADeltaX)
Bugs visuais bem incômodos podem ser encontrados no processo, como mostra uma das capturas de tela (Imagem: Reprodução/ADeltaX)

A compatibilidade existe graças à presença de uma máquina virtual integrada ao Windows 11, e não adaptações feitas app por app. Dessa forma, é como se existisse um Android dentro do computador e, com ajustes, é possível colocá-lo para funcionar como se fosse um celular.

Processo é bem complexo

Por não ser uma tarefa fácil, o responsável pela descoberta compartilhou um passo a passo no YouTube para experimentar a Play Store no Windows 11 — e também há um breve tutorial no GitHub, caso você prefira a leitura. Todo o processo é feito em inglês e, lógico, é necessário estar na mais recente versão do Windows 11 do canal Beta para conseguir testar o recurso.

Com o tempo e o amadurecimento da compatibilidade, é provável que surjam formas mais amigáveis de baixar a loja de apps do Google. Não se sabe, também, se a ferramenta será capaz de lidar com o novo formato de apps da plataforma como faz com os APKs.

Por enquanto, não existe previsão para o lançamento da ferramenta para o público geral que usa o Windows 11 e, considerando que o recurso é bem robusto e complexo, é provável que a implementação leve alguns meses no período de testes. Agora, resta só esperar até que a Microsoft dê sinais de que a novidade será lançada de fato.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos