Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.672,26
    +591,91 (+0,60%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.741,50
    +1.083,62 (+2,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    107,06
    +2,79 (+2,68%)
     
  • OURO

    1.828,10
    -1,70 (-0,09%)
     
  • BTC-USD

    21.292,68
    +210,87 (+1,00%)
     
  • CMC Crypto 200

    462,12
    +8,22 (+1,81%)
     
  • S&P500

    3.911,74
    +116,01 (+3,06%)
     
  • DOW JONES

    31.500,68
    +823,32 (+2,68%)
     
  • FTSE

    7.208,81
    +188,36 (+2,68%)
     
  • HANG SENG

    21.719,06
    +445,19 (+2,09%)
     
  • NIKKEI

    26.491,97
    +320,72 (+1,23%)
     
  • NASDAQ

    12.132,75
    +395,25 (+3,37%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5524
    +0,0407 (+0,74%)
     

Galhos petrificados? Rover Curiosity registra nova formação intrigante em Marte

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Mais uma vez o rover Curiosity, da NASA, registrou uma curiosa formação enquanto explora a cratera Gale em Marte. Na nova imagem publicada pela equipe da missão, registrada no mês passado pelo robô, aparecem algumas estruturas semelhantes a galhos petrificados — mas, até onde se sabe, o Planeta Vermelho jamais teve árvores.

Em 26 de maio, o Instituto SETI (Search for Extraterrestrial Intelligence) compartilhou a imagem em seu Twitter com os dois “espinhos” de rocha. "Aqui está outra pedra legal na cratera Gale em Marte!", acrescentou a publicação. O registro foi feito no dia 15 de maio pela câmera Mastcam do Curiosity.

Segundo o SETI, estes picos rochosos são provavelmente os “recheios cimentados” de antigas fraturas em uma rocha sedimentar. “O resto da rocha era feito de material mais macio e foi erodido", então o que sobrou foi o material das fraturas solidificado ao longo do tempo.

No mês passado, outra imagem registrada pelo Curiosity chamou grande atenção. Nela aparecia uma abertura em uma colina rochosa da cratera Gale semelhante a uma porta, com formato retangular quase perfeito. Posteriormente, a NASA explicou que a formação não passava de uma fratura natural na rocha.

Imagem sem processamento dos "galhos petrificados" na cratera Gale (Imagem: Reprodução/NASA/JPL-Caltech/MSSS)
Imagem sem processamento dos "galhos petrificados" na cratera Gale (Imagem: Reprodução/NASA/JPL-Caltech/MSSS)

Por enquanto, a NASA não disse nada sobre a nova imagem do Curiosity. Os cientistas planetários suspeitam que a cratera Gale, com cerca de 150 km de diâmetro, tenha sido formada pelo impacto de um grande meteoro há 3,7 bilhões de anos.

É o mesmo período do passado marciano em que se acredita que o Planeta Vermelho tenha sido coberto por grandes lagos e rios. Então, pode ser que os “galhos petrificados” registrados pelo Curiosity possam revelar uma parte deste passado geológico.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos