Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.880,82
    +1.174,91 (+0,97%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.219,26
    +389,95 (+0,80%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,51
    +1,69 (+2,65%)
     
  • OURO

    1.844,00
    +20,00 (+1,10%)
     
  • BTC-USD

    48.086,48
    -2.301,01 (-4,57%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.398,33
    +39,77 (+2,93%)
     
  • S&P500

    4.173,85
    +61,35 (+1,49%)
     
  • DOW JONES

    34.382,13
    +360,68 (+1,06%)
     
  • FTSE

    7.043,61
    +80,28 (+1,15%)
     
  • HANG SENG

    28.027,57
    +308,90 (+1,11%)
     
  • NIKKEI

    28.084,47
    +636,46 (+2,32%)
     
  • NASDAQ

    13.398,00
    +297,75 (+2,27%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4040
    -0,0085 (-0,13%)
     

Galaxy Watch 4 terá mudanças visuais além do sistema operacional, diz rumor

Felipe Junqueira
·3 minuto de leitura

O Galaxy Watch 4 ainda não tem uma data prevista para ser lançado, mas os rumores sobre o próximo relógio inteligente da Samsung não param. A próxima geração de smartwatches deve ter visual levemente modificado em relação ao modelo lançado no ano passado.

De acordo com o site coreano THE ELEC, a mudança na capacidade de bateria vai permitir que tanto o circuito impresso quanto a tela sejam redesenhados, o que possivelmente resultará em display maior. Não há muitos detalhes sobre a mudança no momento, e é provável que a empresa mantenha os tamanhos em 41 mm e 45 mm da geração atual.

Como já informado anteriormente aqui no Canaltech, a Samsung conversa com a ATL, fornecedora da bateria do Galaxy Note 7, para produzir o tanque do modelo menor do Galaxy Watch 4, que deve ter capacidade reduzida para 240 mAh, 7 mAh a menos que o antecessor. Já o modelo de 45 mm manteria o componente da Samsung SDI, aumentando a capacidade em 10 mAh, para 350 mAh no total.

O que esperar do Galaxy Watch 4

Segundo os rumores, serão dois modelos com dois tamanhos cada. O Galaxy Watch 4 deve ser oferecido com caixa de 41 mm e 45 mm, enquanto o Galaxy Watch Active pode ter caixas um pouco menores, de 40 mm e 44 mm. Além de opções com design mais tradicional ou mais voltada à prática de atividades físicas, a Samsung deve realizar diversas mudanças na nova geração de seu relógio inteligente.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Começando pelo visual, é provável que tenha alguma alteração no design do painel, apesar de ainda não estar muito claro o que isso significa — pode ser o tipo de tela, formato ou até mesmo o tamanho. Internamente, o circuito integrado deve ser redesenhado para dar mais espaço a sensores ou até uma redução na espessura do relógio. A carga de bateria do modelo menor deve ficar em 240 mAh, ao passo que o maior deve ter 350 mAh.

Falando em software, há fortes indícios de que o sistema operacional Tizen deve ser trocado pelo Wear OS, desenvolvido pelo Google e com mais aplicativos disponíveis para incrementar os recursos do dispositivo. Já entre as novas funcionalidades está a presença de um monitor do nível de glicose no sangue, que deve utilizar tecnologia baseada na espectroscopia Raman, uma técnica fotônica que consegue obter informação química e estrutural de diversos materiais, soluções ou compostos utilizando luz.

Mais informações sobre os Galaxy Watch 4 e Active 4 devem surgir nas próximas semanas. A Samsung tem evento marcado para o próximo dia 28 de abril, no qual deve apresentar novos Galaxy Books, e por ora não há informações sobre a possibilidade de novos wearables serem parte da apresentação.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: