Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.910,10
    -701,55 (-0,62%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.661,86
    +195,84 (+0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,29
    +0,68 (+0,79%)
     
  • OURO

    1.790,10
    -3,00 (-0,17%)
     
  • BTC-USD

    37.855,36
    +1.837,18 (+5,10%)
     
  • CMC Crypto 200

    863,83
    +21,37 (+2,54%)
     
  • S&P500

    4.431,85
    +105,34 (+2,43%)
     
  • DOW JONES

    34.725,47
    +564,69 (+1,65%)
     
  • FTSE

    7.466,07
    -88,24 (-1,17%)
     
  • HANG SENG

    23.550,08
    -256,92 (-1,08%)
     
  • NIKKEI

    26.717,34
    +547,04 (+2,09%)
     
  • NASDAQ

    14.430,25
    +443,50 (+3,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9813
    -0,0427 (-0,71%)
     

Galaxy S22 Ultra pode contar com Snapdragon 8 Gen 1 em versão global

·3 min de leitura

Um novo rumor publicado pelo leaker Ahmed Qwaider, e repostado pelo renomado Ice Universe, agita a situação da família Galaxy S22 ao sugerir que o modelo mais premium, o Galaxy S22 Ultra, deve abandonar o Exynos 2200 para adotar o Snapdragon 8 Gen 1 globalmente. Caso se confirme, essa seria a primeira vez em anos que a Samsung adotaria um único chipset em sua principal linha, e daria mais fôlego aos rumores de sérios problemas no desenvolvimento do novo Exynos.

Galaxy S22 Ultra deve trazer Snapdragon 8 Gen 1 globalmente

Segundo as informações, diante do feedback negativo dos usuários, junto aos supostos problemas de desenvolvimento pelos quais o Exynos 2200 estaria passando, a Samsung teria decidido cancelar a variante do Galaxy S22 Ultra equipada com seu chip proprietário em favor de lançar o modelo com Snapdragon 8 Gen 1 em todo o mundo.

Isso significa que mercados conhecidos por receberem variantes Exynos da linha Galaxy S, como a Europa e até mesmo o Brasil, estariam agora alinhados com mercados como a Coreia do Sul e os EUA ao terem acesso ao modelo com Snapdragon. O leaker explica ainda que a mudança deve ser anunciada no futuro, provavelmente em um período mais próximo do lançamento do Galaxy S22, esperado para acontecer em fevereiro.

Ainda que o rumor apresente caráter duvidoso, já há inúmeras indicações de que isso aconteceria, incluindo recente certificação do Galaxy S22 Ultra na Anatel, munido da plataforma da Qualcomm, e o atraso repentino no anúncio do chipset proprietário da gigante sul-coreana.

Além disso, essa não seria a primeira vez que um rumor aponta para essa possibilidade — portais e leakers renomados, como o site LetsGoDigital e o próprio Ice Universe, já sugeriram que a Samsung adotaria o Snapdragon 8 Gen 1 globalmente, ao menos no Galaxy S22.

Exynos 2200 está envolto em rumores problemáticos

A possibilidade de uma variante global com Snapdragon chega em meio a uma tempestade de rumores que indicam que o Exynos 2200 entregaria desempenho muito abaixo do esperado. Testes vazados mostraram que o componente teria uma CPU com resultados mistos, perdendo de maneira significativa em cargas de trabalho com um único núcleo, mas trazendo performance competitiva em tarefas que utilizam todos os núcleos.

O Exynos 2200 é o primeiro chip nascido da parceria entre Samsung e AMD, mas apesar das expectativas, a plataforma pode estar enfrentando um desenvolvimento conturbado (Imagem: Reprodução/Samsung)
O Exynos 2200 é o primeiro chip nascido da parceria entre Samsung e AMD, mas apesar das expectativas, a plataforma pode estar enfrentando um desenvolvimento conturbado (Imagem: Reprodução/Samsung)

Mais complexa é a situação da GPU — o chip é o primeiro resultado da parceria entre Samsung e AMD, e gerou enormes expectativas em teasers por utilizar a microarquitetura RDNA 2, mesma presente nas placas de vídeo Radeon RX 6000, bem como no PS5 e Xbox Series X|S, empregando assim recursos como Ray Tracing e Variable Rate Shading (VRS).

A tecnologia é conhecida por atingir clocks altíssimos e, de acordo com rumores, estava prevista para chegar aos 1.900 MHz no novo Exynos. No entanto, em virtude de elevado aquecimento, a Samsung teria sido forçada a reduzir a frequência de maneira drástica, agora estabelecida em 1.300 MHz.

Em suas publicações mais recentes, Ice Universe chegou a sugerir que a plataforma seria "o pior chip do mundo Android", perdendo até mesmo para o Dimensity 9000, a primeira aposta da MediaTek no segmento premium em anos. Até o momento, a Samsung se restringiu a confirmar que o Exynos 2200 não foi cancelado e nem enfrenta problemas, tendo sido adiado apenas para ser "anunciado mais próximo ao lançamento" do novo flagship da marca.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos