Mercado fechará em 4 h 25 min
  • BOVESPA

    106.796,68
    +433,58 (+0,41%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.452,90
    -261,70 (-0,51%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,57
    -0,09 (-0,11%)
     
  • OURO

    1.803,70
    +4,90 (+0,27%)
     
  • BTC-USD

    61.363,66
    +2.410,83 (+4,09%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.476,95
    +57,58 (+4,06%)
     
  • S&P500

    4.586,80
    +35,12 (+0,77%)
     
  • DOW JONES

    35.684,65
    +193,96 (+0,55%)
     
  • FTSE

    7.238,72
    -14,55 (-0,20%)
     
  • HANG SENG

    25.555,73
    -73,01 (-0,28%)
     
  • NIKKEI

    28.820,09
    -278,15 (-0,96%)
     
  • NASDAQ

    15.699,50
    +112,25 (+0,72%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5438
    +0,1191 (+1,85%)
     

Galaxy S22: linha de produção mostra modelo base como "S21 FE possível"

·2 minuto de leitura

A Samsung pode já ter definido a sua meta de produção e venda para a linha Galaxy S22 e, ao que tudo indica, o modelo de entrada da série, ou seja, a versão base, é o aparelho que a marca tem as maiores expectativas de sucesso. De acordo com o The Elec, mais da metade das unidades fabricadas da nova geração de flagships será para o Galaxy S22.

Segundo os números divulgados, a sul-coreana definiu uma meta de 60% de envios para o Galaxy S22, enquanto o Galaxy S22 Plus deve vender cerca de 20% e o Galaxy S22 Ultra ficará com os outros 20% das unidades fabricadas.

Essa expectativa baixa para o Galaxy S22 Ultra — pelo menos se comparado ao modelo mais básico — pode ser considerada um tanto estranha, principalmente se analisarmos que ele será posicionado mais como um sucessor para a série Galaxy Note, que foi aposentada após o Galaxy Note 20. Vale destacar que o Galaxy S21 Ultra foi o primeiro modelo não-Note a ter suporte para a S Pen, mas seu sucessor terá, pela primeira vez, um slot nativo para armazenamento da caneta.

(Imagem: Technizo Concept/LetsGoDigital)
(Imagem: Technizo Concept/LetsGoDigital)

Até o momento, não há muita justificativa para a Samsung focar mais nas vendas do Galaxy S22 em vez dos demais modelos. No entanto, uma das razões para isso pode ser o cancelamento do Galaxy S21 FE: como o modelo não será mais apresentado, após um longo “tira casaco, bota casaco”, é possível que os fãs procurem por um telefone com especificações — ou preços — mais próximos do “básico”.

É importante frisar que a Samsung espera, inicialmente, fabricar cerca de 20 milhões de unidades de toda a linha Galaxy S22 — o que é consideravelmente menor do que a faixa de 25 e 30 milhões que geralmente é praticada pela sul-coreana com seus flagships da série S. No entanto, esse cenário poderá mudar conforme a produção em massa dos smartphones aconteça ou quando eles finalmente forem anunciados, onde a marca poderá ter uma noção maior da demanda do público pelos novos produtos.

Essa é a primeira vez que a Samsung destina mais da metade da produção da linha para um único modelo. Como efeito de comparação, em 2020 a Samsung destinou cerca de 40% das vendas para o modelo de entrada, enquanto o Galaxy S20 Plus ficou com 45% e o Galaxy S20 Ultra com 15%.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos