Mercado fechará em 7 hs
  • BOVESPA

    114.428,18
    -219,81 (-0,19%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.686,03
    -112,35 (-0,21%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,35
    +0,91 (+1,10%)
     
  • OURO

    1.781,00
    +15,30 (+0,87%)
     
  • BTC-USD

    62.140,32
    +1.262,01 (+2,07%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.452,49
    +0,85 (+0,06%)
     
  • S&P500

    4.486,46
    +15,09 (+0,34%)
     
  • DOW JONES

    35.258,61
    -36,15 (-0,10%)
     
  • FTSE

    7.206,89
    +3,06 (+0,04%)
     
  • HANG SENG

    25.787,21
    +377,46 (+1,49%)
     
  • NIKKEI

    29.215,52
    +190,06 (+0,65%)
     
  • NASDAQ

    15.356,00
    +65,50 (+0,43%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4170
    +0,0255 (+0,40%)
     

Galaxy S21 Ultra vs iPhone 13 Pro: testes mostram equivalência em câmeras

·6 minuto de leitura

A qualidade das câmeras é um dos aspectos mais importantes nos smartphones atuais, principalmente nos mais caros. Nesse quesito, a Apple e a Samsung podem brigar pelos melhores resultados com o iPhone 13 e o Galaxy S21 respectivamente, e um teste completo do portal XDA Developers colocou os dois celulares mais robustos de cada linha frente a frente, em variados cenários.

Em questão de componentes, os iPhone 13 Pro e iPhone 13 Pro Max trazem três sensores de 12 MP, com abertura f/1.5 na câmera principal e distância focal de 26 mm, enquanto a ultrawide traz abertura f/1.8, 13 mm e ângulo de visão de 120º, e a câmera telefoto tem zoom óptico de 3x, abertura f/2.8 e distância focal de 77 mm.

Já o Galaxy S21 Ultra oferece uma câmera principal de 108 MP, abertura f/1.8 e 24mm, uma ultrawide de 12 MP, f/2.2, 13 mm e ângulo de visão de 120º, e duas lentes voltadas para fotos com aproximação: uma telefoto com sensor de 10 MP, f/2.4, zoom óptico de 3x e 72 mm, e uma câmera periscópica de 10 MP, f/4.9, zoom óptico de 10x e 240 mm de distância focal máxima.

Fotos com o sensor principal

Como já é esperado, ambos os aparelhos se saem muito bem em ambientes abertos e com boas condições de luz. Portanto, a preferência se torna uma questão de gosto em relação ao processamento e balanço de cores escolhidos pelas duas marcas. No geral, o aparelho da Samsung traz mais claridade nas sombras, enquanto a Apple opta por deixar essas áreas mais escuras e naturais.

Porém, quando as fotos são tiradas de frente para a fonte de luz, os dois aparelhos são testados de forma mais rígida. Por conta do sensor maior — com 1/1.33 polegadas do Galaxy S21 Ultra contra 1/1.67 do iPhone 13 Pro — o aparelho da Samsung é capaz de capturar uma maior quantidade de luz em porções naturalmente mais escuras da imagem, mas em compensação o iPhone consegue trazer uma maior qualidade de detalhes nessas áreas específicas.

Para fotos em ambientes mais escuros, mas ainda sem a ativação do modo noturno, a história se repete: enquanto a Samsung prefere entregar imagens mais claras e com um processamento mais pesado, o aparelho da Apple tende a oferecer resultados um pouco mais naturais comparados com a visão humana, com mais detalhes, mas menor claridade.

Quando a exposição fica baixa demais para as câmeras dos dispositivos, ambos acionam o modo noturno de forma automática. Nessas condições, o iPhone tende a oferecer imagens mais claras e com cores mais vivas. Como é esperado, os dois aparelhos perdem bastante nitidez em comparação com as fotos durante o dia, mas mesmo assim se saem bem em lugares praticamente sem fontes de luz.

Fotos com a câmera ultrawide

Os aparelhos são capazes de tirar fotos em grandes ângulos, com a possibilidade também de utilização do modo noturno ao mesmo tempo. Porém, em boas condições de luz, as duas marcas mantém os mesmos padrões de processamento vistos no sensor principal: enquanto a Samsung procura trazer fotos mais claras e cores mais vivas, a Apple oferece imagens mais naturais.

Já em ambientes mais escuros, o iPhone 13 tende a forçar o modo noturno com mais frequência, enquanto o Galaxy S21 Ultra mantém as mesmas condições de processamento de imagem. Mesmo assim, o celular da Samsung traz fotos mais claras e com cores mais presentes.

Modo retrato

Mesmo que os dois celulares possuam zoom óptico de 3x, apenas o iPhone 13 traz a distância focal equivalente durante a utilização do modo retrato. O aparelho da Samsung faz as capturas em 2x, o que permite imagens mais abertas e com mais contexto do que está em volta da pessoa ou objeto em foco. De acordo com o XDA Developers, o iPhone 13 Pro consegue fazer um recorte mais preciso e natural entre as camadas da foto.

Para testar ao máximo as capacidades de processamento dos aparelhos, o portal também fez um comparativo no modo retrato em condições de contraluz. Enquanto o Galaxy S21 Ultra tirou uma foto subexposta e cheia de sombras, o aparelho da Apple conseguiu balancear a claridade de forma praticamente perfeita, algo que até mesmo as câmeras profissionais teriam dificuldade em fazer.

Lentes zoom

Quando o assunto é câmera zoom, a Samsung costuma levar a melhor, especialmente por conta da lente periscópica com até 10x de zoom óptico. O panorama se repete para os aparelhos deste comparativo, mas o iPhone 13 Pro chega mais próximo em níveis intermediários de aproximação, de até 3x.

Como a lente periscópica só é ativada pelo sistema da Samsung a partir dos 10x, os dois aparelhos se equivalem em toda a faixa de 3x até 9,9x. Porém, a partir daí, o Galaxy S21 Ultra oferece imagens com nitidez consideravelmente maior.

Função macro

O XDA Developers dá vitória para a câmera macro do iPhone 13 Pro, mesmo que ela tenha sido implementada de forma tardia nos aparelhos da Maçã. De acordo com o portal, além de permitir uma aproximação maior, o sistema do celular da Apple permite a ativação da função macro em qualquer lente, enquanto o Galaxy S21 Ultra precisa estar na câmera ultrawide. O iPhone 13 Pro também é o único capaz de gravar vídeos em macro.

Selfies

Existe uma grande diferença no resultado das selfies do iPhone 13 Pro e do Galaxy S21 Ultra. O aparelho da Samsung traz uma perceptível influência oriental, com vários recursos de embelezamento e suavização de pele, que por vezes conseguem até esconder grandes espinhas, rugas e outras imperfeições. Por outro lado, o celular da Apple tem uma abordagem muito mais natural, com todas as manchas e marcas nos rostos, além de um tom mais quente nas cores.

Em condições mais complicadas de iluminação, como a contraluz e durante a noite, ambos os aparelhos conseguem balancear bem a exposição e oferecem bom alcance dinâmico.

Gravação de vídeo 

Historicamente, o iPhone sempre se mostra um concorrente muito forte no quesito de gravação de vídeo, e a geração mais recente mantém esse legado — tanto em ambientes claros quanto de noite, o aparelho da Apple mantém uma qualidade melhor. O novo Modo Cinemático atua como uma espécie de modo retrato para vídeos, e apresenta uma precisão de foco bem mais alta do que o Galaxy S21 Ultra, de acordo com o XDA Developers. Uma série de testes em diferentes condições podem ser vistos abaixo:

Conclusão: os aparelhos se equivalem em câmeras

O XDA Developers não apontou nenhum vencedor claro no duelo de câmeras, mesmo que cada aparelho traga suas vantagens em situações específicas — especialmente o zoom para o Galaxy S21 Ultra, e a gravação de vídeos do iPhone 13 Pro. De qualquer forma, o portal aponta que ambos os celulares oferecem um excelente conjunto de câmeras, com ótimos resultados em qualquer condição de luz e vários recursos de processamento.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos