Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.035,17
    -2.221,19 (-1,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.592,91
    +282,64 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,66
    -1,87 (-2,94%)
     
  • OURO

    1.733,00
    -42,40 (-2,39%)
     
  • BTC-USD

    45.069,80
    -1.477,43 (-3,17%)
     
  • CMC Crypto 200

    912,88
    -20,25 (-2,17%)
     
  • S&P500

    3.811,15
    -18,19 (-0,48%)
     
  • DOW JONES

    30.932,37
    -469,64 (-1,50%)
     
  • FTSE

    6.483,43
    -168,53 (-2,53%)
     
  • HANG SENG

    28.980,21
    -1.093,96 (-3,64%)
     
  • NIKKEI

    28.966,01
    -1.202,26 (-3,99%)
     
  • NASDAQ

    12.905,75
    +74,00 (+0,58%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7583
    +0,0194 (+0,29%)
     

Galaxy S21 Ultra tem durabilidade posta à prova em teste de resistência; assista

Felipe Junqueira
·2 minuto de leitura

O Galaxy S21 Ultra é o único modelo entre os três da nova série topo de linha da Samsung com acabamento traseiro em vidro. O mais avançado do trio também é o maior, tem mais câmeras e mais bateria, e caiu nas mãos do famoso youtuber Zack Nelson, também conhecido como JerryRigEverything, que aplicou seu tradicional teste de resistência no dispositivo.

Em resumo, o Galaxy S21 Ultra aguentou bem o exigente teste, que inclui fogo e a tentativa de dobrá-lo ao meio. A tela AMOLED Dinâmica aguentou bastante tempo sob chama de um isqueiro, mas acabou com uma marca permanente no visor — geralmente, os pixels que se apagam após algum tempo sob alta temperatura acabam retornando à vida. O vidro riscou no nível 6 e 7, normal para celulares atuais.

O vidro traseiro também se mostrou pouco resistente a riscos, apresentando marcas mesmo com o atrito de moedas. Felizmente, basta passar um pano ou até mesmo o dedo de leve para remover totalmente as marcas. As laterais e a moldura das câmeras, de alumínio, riscam com mais facilidade, mas isso é esperado para o tipo de material usado no portátil — no fim, o importante é que o aparelho possui corpo bem rígido e resistente.

E isso pode ser constatado quando Nelson tentou dobrar o aparelho ao meio. Tanto a frontal quanto a traseira aguentaram muito bem, e o celular mal flexionou com a força do youtuber. O módulo de câmera, que a Samsung tem chamado de corte de contorno, ajuda a oferecer ainda mais estabilidade à estrutura do dispositivo.

O Galaxy S21 Ultra tem tudo de melhor que a Samsung pode oferecer em um smartphone neste início de 2021, com tela de 6,8 polegadas, processador Exynos 2100 ou Snapdragon 888 (dependendo do mercado), 12 GB ou 16 GB de RAM, até 512 GB de armazenamento, câmera principal de 108 MP, ultra-wide de 12 MP e duas teleobjetivas de 10 MP, que podem dar zoom de até 100x. A bateria tem 5.000 mAh, mas o celular não traz fone nem carregador na caixa.

O lançamento no Brasil deve acontecer no início de fevereiro, quando finalmente conheceremos os preços da nova geração da linha Galaxy S por aqui. Lá fora, o S21 Ultra parte de US$ 1.200 (cerca de R$ 6.450).

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: