Mercado abrirá em 8 h 47 min
  • BOVESPA

    100.552,44
    +12,61 (+0,01%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    38.669,25
    +467,44 (+1,22%)
     
  • PETROLEO CRU

    39,77
    -0,26 (-0,65%)
     
  • OURO

    1.918,30
    -11,20 (-0,58%)
     
  • BTC-USD

    12.782,36
    +1.725,35 (+15,60%)
     
  • CMC Crypto 200

    256,13
    +11,24 (+4,59%)
     
  • S&P500

    3.435,56
    -7,56 (-0,22%)
     
  • DOW JONES

    28.210,82
    -97,97 (-0,35%)
     
  • FTSE

    5.776,50
    -112,72 (-1,91%)
     
  • HANG SENG

    24.708,76
    -45,66 (-0,18%)
     
  • NIKKEI

    23.454,85
    -184,61 (-0,78%)
     
  • NASDAQ

    11.630,50
    -60,75 (-0,52%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6510
    +0,0010 (+0,02%)
     

Galaxy S21 Ultra deve ter bateria do S20 Ultra, mas autonomia maior; entenda

Diego Sousa
·2 minutos de leitura

Agora que a linha Galaxy Note 20 foi apresentada, as atenções se voltam novamente para a família Galaxy S, que deve ganhar novos representantes no primeiro trimestre de 2021. O futuro Galaxy S21 Ultra vem sendo alvo de diversos vazamentos nas últimas semanas e, recentemente, teve sua possível capacidade de bateria revelada no banco de dados da TÜV Rheinland Japan, órgão de certificação, inspeção e segurança técnica. Ao que parece, ele terá um tanque semelhante a de seu antecessor — mas isso não deve ser considerado uma notícia ruim.

O aparelho, listado sob o número de modelo SM-G998, aparece com uma bateria de 5.000 mAh, mesma capacidade do Galaxy S20 Ultra. Curiosamente, o valor vai de encontro a informações da agência certificadora chinesa 3C, que listou uma bateria de 4.660 mAh. Provavelmente, a autonomia menor refere-se a um possível S21 Plus.

Informações da bateria do Galaxy S21 Ultra (Foto: Reprodução/Gizmochina)
Informações da bateria do Galaxy S21 Ultra (Foto: Reprodução/Gizmochina)

Vale lembrar que a autonomia de energia da geração atual, no entanto, não agradou a mídia especializada devido ao alto consumo da tela de 6,8 polegadas com 120 Hz de frequência e à má otimização do chipset Exynos 990.

Então, por que devemos olhar para o futuro Galaxy S21 Ultra com otimismo? Ao que tudo indica, o próximo celular da Samsung será equipado com um chipset fabricado pela própria empresa no processo de 5 nanômetros (nm). Segundo ela, sua tecnologia de fabricação deve permitir que o chip seja até 25% menor e consuma até 20% menos energia quando comparado com os modelos de 7 nm, ou seja, o Exynos 990.

Mais informações sobre o Galaxy S21 Ultra não foram reveladas, mas alguns rumores apostam que o celular deve trazer o sucessor do sensor ISOCELL HM1 de 108 MP, este que equipa o novo Galaxy Note 20 Ultra, e a mesma câmera frontal de 40 MP do S20 Ultra.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: