Mercado fechado
  • BOVESPA

    101.259,75
    -658,25 (-0,65%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    38.707,72
    +55,52 (+0,14%)
     
  • PETROLEO CRU

    39,78
    -0,07 (-0,18%)
     
  • OURO

    1.903,40
    -1,80 (-0,09%)
     
  • BTC-USD

    13.036,70
    +19,17 (+0,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    260,05
    -1,40 (-0,54%)
     
  • S&P500

    3.465,39
    +11,90 (+0,34%)
     
  • DOW JONES

    28.335,57
    -28,13 (-0,10%)
     
  • FTSE

    5.860,28
    +74,63 (+1,29%)
     
  • HANG SENG

    24.918,78
    +132,68 (+0,54%)
     
  • NIKKEI

    23.516,59
    +42,29 (+0,18%)
     
  • NASDAQ

    11.669,25
    +5,75 (+0,05%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6630
    +0,0529 (+0,80%)
     

Galaxy S21 pode trazer potência de recarga quase três vezes maior que o S20

Rubens Eishima
·2 minutos de leitura

Com a cota de lançamentos de celulares premium esgotada para este ano, pelo menos é o que tudo indica, a Samsung prepara o lançamento de seus modelos de 2021. A temporada provavelmente será aberta com o lançamento do Galaxy S21 (ou S30), que deve contar com suporte a recarga de 65 W.

A potência é mais do que duas vezes maior que os 25 W aceitos pelos modelos da linha Galaxy S20 — no caso do modelo S20 FE, o celular é compatível com o valor, mas sai de fábrica com um acessório de 15 W. O aumento da potência geralmente resulta em tempos de recarga menores, dependendo da capacidade da bateria usada.

A especulação foi publicada no site holandês GalaxyClub, que flagrou a certificação de um acessório EP-TA865. O carregador segue a nomenclatura adotada pela marca sul-coreana, que oferece, por exemplo, o EP-TA845 listado no Brasil como Carregador de Viagem Ultra Rápido 45 W.

Registro de carregador de viagem indica potência de 65 W (imagem: reprodução/NRRA)
Registro de carregador de viagem indica potência de 65 W (imagem: reprodução/NRRA)

Apesar do registro do acessório, o site não descarta a possibilidade de o carregador não ser incluído na caixa do modelo. Há ainda a chance dele ser voltado para tablets — que contam com baterias maiores e se beneficiam ainda mais de carregadores potentes —, não para celulares.

Com cerca de cinco meses para o provável lançamento do novo modelo — a Samsung atualiza a linha Galaxy S em fevereiro ou março, geralmente em data próxima ao da feira MWC —, resta acompanhar novas certificações do acessório, em especial o do órgão chinês 3C, que costuma deixar escapar dados de bateria e carregadores antes do lançamento dos celulares.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: