Mercado fechado
  • BOVESPA

    115.202,23
    +2.512,05 (+2,23%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.342,54
    +338,35 (+0,74%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,28
    +2,45 (+3,84%)
     
  • OURO

    1.698,20
    -2,50 (-0,15%)
     
  • BTC-USD

    50.666,77
    +3.200,79 (+6,74%)
     
  • CMC Crypto 200

    982,93
    +39,75 (+4,21%)
     
  • S&P500

    3.841,94
    +73,47 (+1,95%)
     
  • DOW JONES

    31.496,30
    +572,16 (+1,85%)
     
  • FTSE

    6.630,52
    -20,36 (-0,31%)
     
  • HANG SENG

    29.098,29
    -138,50 (-0,47%)
     
  • NIKKEI

    28.864,32
    -65,78 (-0,23%)
     
  • NASDAQ

    12.652,50
    +197,50 (+1,59%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7780
    -0,0079 (-0,12%)
     

Galaxy M02 é anunciado com câmera dupla e bateria avantajada

Redação
·3 minuto de leitura

A Samsung apresentou mais um modelo de celular barato da sua linha “M”, o Galaxy M02. Sendo ele uma versão mais em conta do Galaxy M02s, lançado na Índia este mês, o aparelho oferecerá grande autonomia de bateria, visual moderno e tela grande, mas tem corpo feito de plástico, performance de dispositivo de entrada e armazenamento interno de apenas 32 GB.

Destinado a mercados emergentes — como Brasil e Índia —, o Samsung Galaxy M02 traz vantagens pontuais para essa faixa de consumidores. O celular baratinho da sul-coreana tem tela IPS de 6,5 polegadas com resolução HD+ e recorte em forma de “V” para a única câmera frontal de 5 MP.

Se enquadrando no segmento de entrada, seu conjunto duplo de câmeras traseiras são enfileirados na vertical, num módulo ligeiramente saltado da traseira do celular. A principal conta com 13 MP de resolução com abertura f/1.9, enquanto a outra é um sensor macro de 2 MP e abertura f/2.4. Ambos são reforçados com flash LED e capazes de gravar vídeos em até FullHD, a 30 quadros por segundo.

Modelo baratinho é construído em plástico. (Imagem: Divulgação/Samsung)
Modelo baratinho é construído em plástico. (Imagem: Divulgação/Samsung)

Em desempenho, não há grandes surpresas: o dispositivo é equipado com o chip MediaTek MT6739W, somado a 2 ou 3 GB de RAM, dependendo da versão escolhida. O armazenamento não varia de acordo com as versões, sendo limitado a 32 GB em qualquer variante.

Um dos elementos mais fortes do celular, por sua vez, é a bateria de 5.000 mAh, componente capaz de entregar mais de um único de dia de uso longe das tomadas com certa tranquilidade. Contudo, esse grande volume de energia é alimentado por uma porta microUSB comum, o que limita significativamente a eficiência do carregador e provavelmente leva horas até chegar a 100% de carga.

Não menos importante, o Galaxy M02 contará com entrada para fone de ouvido, variante Dual SIM, bandeja para cartão microSD (permitindo expansão para até 1 TB de armazenamento) e rodará Android 10 direto da caixa com a modificação One UI 2.0. O modelo será vendido nas cores preta, cinza, azul e vermelho a partir do dia 9 de fevereiro.

Preço e disponibilidade

Ainda sem preços no Brasil, é difícil avaliar a posição que o Galaxy M02 se encaixará em comparação ao modelo superior, o Galaxy M02s. O modelo mais parrudo conta com diferenças pontuais, mas que corrigem deficiências importantes para garantir longevidade no uso do aparelho: variantes com 3 ou 4 GB de RAM; armazenamento de até 64 GB; mas com a mesma tela e uma autonomia igualmente confortável.

(Imagem: Divulgação/Samsung)
(Imagem: Divulgação/Samsung)

Lá fora, o Samsung Galaxy M02s estreou por 8.999 rupias (algo em torno de R$ 660, em conversão direta); a sua versão mais simples, o Galaxy M02, será vendido na Índia por 6.999 rupias, o que chega a R$ 520. O valor da variante de 3 GB de RAM não foi revelado pela sul-coreana.

Contudo, o cenário incerto para a produção de componentes e a alta do valor do dólar podem deixar os celulares com valores muito próximos, ofuscando a versão mais barata pelas vantagens do seu irmão mais parrudo. De toda forma, resta aguardar pela chegada dos celulares de entrada aqui no Brasil.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: