Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.923,93
    +998,33 (+0,90%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.234,37
    -223,18 (-0,43%)
     
  • PETROLEO CRU

    80,34
    -0,88 (-1,08%)
     
  • OURO

    1.797,30
    -3,80 (-0,21%)
     
  • BTC-USD

    16.977,94
    -49,13 (-0,29%)
     
  • CMC Crypto 200

    404,33
    +2,91 (+0,72%)
     
  • S&P500

    4.071,70
    -4,87 (-0,12%)
     
  • DOW JONES

    34.429,88
    +34,87 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.556,23
    -2,26 (-0,03%)
     
  • HANG SENG

    18.675,35
    -61,09 (-0,33%)
     
  • NIKKEI

    27.777,90
    -448,18 (-1,59%)
     
  • NASDAQ

    11.979,00
    -83,75 (-0,69%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4940
    +0,0286 (+0,52%)
     

Galaxy A53 ou A73? Qual comprar na Black Friday?

O Galaxy A53 5G e o A73 são dois dos celulares intermediários mais interessantes do Brasil, mas, com tantas similaridades, qual comprar na Black Friday deste ano? Eu testei os dois smartphones e conto tudo neste comparativo.

A Black Friday 2022 acontece tradicionalmente na última sexta-feira de novembro, mas nossa equipe do Canaltech Ofertas já está separando as melhores ofertas de produtos de todas as categorias. Portanto, já deixo o convite para você acompanhar nossa página para não perder nenhuma promoção.

Design: idênticos, apenas com telas diferentes

  • Galaxy A53: 159.6 x 74.8 x 8.1 mm, 189 gramas;

  • Galaxy A73 5G: 163.7 x 76.1 x 7.6 mm, 181 gramas.

Os Samsung Galaxy A mais caros não trazem quase nenhuma mudança no design. Tanto o A53 quanto o A73 são idênticos, com construção de plástico e câmeras integradas à tampa traseira. Além disso, os dois têm resistência contra água até 30 minutos e poeira, e vidro frontal Gorilla Glass 5.

Os dois smartphones são basicamente idênticos, só muda o tamanho da tela (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)
Os dois smartphones são basicamente idênticos, só muda o tamanho da tela (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)

O que muda entre os dois é o tamanho da tela, que é de 6,5 polegadas no A53 e 6,7 polegadas no A73. Ou seja, a pegada do primeiro é mais agradável, embora menos leve, enquanto o outro pode ser uma melhor escolha para quem curte telas grandes.

Independentemente da escolha, você terá um excelente painel Super AMOLED com resolução Full HD e taxa de atualização de 120 Hz. As telas dos dois aparelhos estão entre as melhores do segmento intermediário, portanto são indispensáveis para consumo de mídias e utilização em ambientes externos.

Desempenho: diferentes, mas nem tanto

  • Galaxy A53: Exynos 1280 5G, 8 GB de RAM, 128 GB de armazenamento, Android 12;

  • Galaxy A73: Snapdragon 778G 5G, 8 GB de RAM, 128 GB de armazenamento, Android 12.

Embora os dois tenham fichas técnicas bem semelhantes, o A73 levou um pouco mais de vantagem nos meus testes em relação ao A53. Em poucas palavras: o chipset Snapdragon 778G 5G do modelo maior é mais equilibrado que o Exynos 1280 5G do irmão, seja em jogos ou uso diário.

Sinceramente, não acho que esse detalhe seja muito decisivo para muitas pessoas, mas sei que a fama dos chipsets Exynos não é tão boa. Se minha opinião ajudar você em alguma coisa, saiba que a família Exynos evoluiu bastante em relação aos antecessores, embora ainda imperfeitos.

Em desempenho, chipset Snapdragon 778G 5G tem mais potência e esquenta menos (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)
Em desempenho, chipset Snapdragon 778G 5G tem mais potência e esquenta menos (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)

A boa notícia, no entanto, é que os dois estão na lista para receber quatro anos de atualização de sistema operacional Android, o que é excelente para quem visa passar muito tempo com o smartphone.

Outro ponto positivo dos dois aparelhos é a interface OneUI, que considero a melhor modificação do Android atualmente. Nos modelos intermediários, o sistema continua bastante fluido, com recursos interessantes e pouquíssimos problemas.

Na memória, eles são equipados com 8 GB de memória RAM e 128 GB de armazenamento interno, mais que suficiente para a maioria das pessoas. Além disso, os dois aceitam expansão de memória via microSD até 1 TB, coisa que não vemos com muita frequência hoje em dia.

Câmeras: câmera de 108 MP e qualidade semelhante

  • Galaxy A53: 64 MP, f/1.8 (principal); 12 MP, f/2.2 (ultrawide); 5 MP, f/2.4 (macro); 5 MP, f/2.4 (profundidade); 32 MP, f/2.2 (frontal);

  • Galaxy A73: 108 MP, f/1.8 (principal); 12 MP, f/2.2 (ultrawide); 5 MP, f/2.4 (macro); 5 MP, f/2.4 (profundidade); 32 MP, f/2.2 (frontal)

Ambos têm câmera quádrupla na traseira, mas o Samsung Galaxy A73 se destaca por ter uma principal de 108 MP. Deixo as galerias de fotos dos dois smartphones abaixo, mas adianto que eles têm resultados bem semelhantes, com ligeira vantagem o celular maior.

O pós-processamento de imagem do A73 acerta mais em alguns detalhes, como no recorte do modo retrato e na redução dos ruídos no modo noturno. Entretanto, para uso diário os dois têm as mesmas ótimas imagens, inclusive nas lentes ultrawide, macro e frontal.

Para gravações de vídeos, os dois também fazem 1080p a 60 frames por segundo (fps), com estabilização de imagem, ou 4K a 30 fps, o que é ótimo.

Galeria de fotos do Galaxy A53

Galeria de fotos do Galaxy A73

Bateria e recursos extras

  • Galaxy A53: 5.000 mAh, carregamento rápido de 25 W;

  • Galaxy A73: 5.000 mAh, carregamento rápido de 25 W.

Os dois se saíram muito bem no meu teste diário com seus 5.000 mAh, mas, no nosso cenário de reprodução de streaming, o A73 ganhou do irmão ao consumir menos de 20% em três horas de Netflix, contra 26% do A53.

Se você for um usuário mais gamer, saiba que o Samsung Galaxy A53 tende a esquentar um pouco mais que o A73, diminuindo a autonomia de bateria do aparelho mais rapidamente. Mas, no geral, os dois conseguem bons resultados em redes sociais, fotografia e mensageiros instantâneos.

Bateria do A73 é melhor que a do A53, muito por conta do chipset Snapdragon 778G 5G (Imagem: Ivo Meneghel/Canaltech)
Bateria do A73 é melhor que a do A53, muito por conta do chipset Snapdragon 778G 5G (Imagem: Ivo Meneghel/Canaltech)

No carregamento, ambos entregam 25 W de potência, e o carregador vem na caixa, o que é ótimo. Vale mencionar, ainda, que os dois também não possuem conector de 3,5 mm para fones de ouvido, mas ainda trazem suporte a cartão microSD.

No departamento sonoro, ambos são equipados com dois alto-falantes. A qualidade é bem parecida: médios e agudos bem definidos mesmo no volume máximo, boa identificação dos detalhes, e graves meio apagados. Ainda assim, são ótimos para consumo de mídias, embora não tenham entrada para fone.

Por fim, mas não menos importante, tanto o A53 como o A73 já vêm com redes 5G, então não se preocupe em estar atualizado com as novas tecnologias de rede. Além disso, eles compartilham de Bluetooth 5.1, NFC (para pagamentos por aproximação), Wi-Fi dual band de 2,4 GHz e 5 GHz, e desbloqueio por digitais.

Galaxy A53 ou A73: qual comprar na Black Friday?

Por que comprar o Galaxy A53?

  • Tela menor;

  • Corpo compacto;

  • Custo-benefício melhor.

Por que comprar o Galaxy A73?

  • Tela maior;

  • Desempenho melhor;

  • Bateria melhor;

  • Câmera melhor.

Se você não conseguiu decidir entre os dois somente pelas especificações, o preço pode ajudar a desempatar. O Galaxy A53 não foi melhor que o irmão nos meus testes, mas seu preço na faixa dos R$ 1.500 faz dele uma opção praticamente imbatível neste segmento intermediário.

Ou seja, se, na pré-Black Friday, o A53 já está chegando ao menor preço histórico, é muito provável que fique ainda mais barato conforme o período das ofertas se intensifica.

Já o Galaxy A73, que é melhor que o A53, porém não tanto, pode ser encontrado por cerca de R$ 2.100. Caso ele apareça por menos de R$ 2.000, ele pode ser uma boa opção se você curte telas grandes. Caso contrário, vá de A53, mesmo.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: