Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.880,82
    +1.174,82 (+0,97%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.219,26
    +389,96 (+0,80%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,26
    -0,11 (-0,17%)
     
  • OURO

    1.845,20
    +7,10 (+0,39%)
     
  • BTC-USD

    46.315,95
    -738,47 (-1,57%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.283,90
    -74,66 (-5,50%)
     
  • S&P500

    4.173,85
    +61,35 (+1,49%)
     
  • DOW JONES

    34.382,13
    +360,73 (+1,06%)
     
  • FTSE

    7.043,61
    +80,28 (+1,15%)
     
  • HANG SENG

    28.027,57
    +308,87 (+1,11%)
     
  • NIKKEI

    27.995,96
    -88,51 (-0,32%)
     
  • NASDAQ

    13.344,25
    -42,75 (-0,32%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4042
    +0,0002 (+0,00%)
     

Galaxy A52 5G vs Motorola Edge: qual intermediário premium 5G é melhor?

Renan da Silva Dores
·9 minuto de leitura

Em meados de março, a Samsung oficializou três novos integrantes da linha Galaxy A, com destaque para o Galaxy A52 5G. Mais poderoso dos três modelos, o dispositivo traz upgrades significativos sobre o Galaxy A51, contando com chip Snapdragon 750G, tela de 120 Hz, certificação IP67 de resistência à água e poeira, câmera de 64 MP e bateria generosa de 4.500 mAh.

Junto de seus irmãos, o Galaxy A52 5G chegou ao Brasil no início do mês por um preço relativamente competitivo considerando o cenário econômico atual. O valor estabelecido, no entanto, colocou o aparelho para competir com outro modelo bastante atraente - o Motorola Edge. O telefone da Motorola chegou ao país por preços elevados, mas hoje já é facilmente encontrado por menos de R$ 3.000.

Assim sendo, qual dos dois aparelhos oferece o melhor conjunto de especificações pelo preço? Para ajudar você nessa escolha, o Canaltech reuniu os dois intermediários premium 5G para saber quem entre Samsung e Motorola merece seu investimento.

Design

Apesar de contar com aparência sóbria, que deve agradar à maioria dos usuários, o Galaxy A52 5G e o Motorola Edge trazem filosofias de design completamente diferentes. O aparelho da Samsung tem tela plana, que ocupa a maior parte da região frontal apesar das bordas, e traz furo centralizado para abrigar a câmera de selfies.

(Imagem: Reprodução/Evan Blass)
(Imagem: Reprodução/Evan Blass)

Na parte traseira, segue-se a filosofia que vem sendo adotada na família Galaxy A nos últimos meses, com acabamento fosco sem elementos muito chamativos e construção em plástico. O módulo de câmeras é integrado ao painel traseiro e abriga os quatro sensores e o flash de LED. Na base, há um discreto logo da Samsung. Sua armação também é plástica, mas ainda assim o dispositivo traz certificação IP67 de resistência à água e poeira. O Galaxy A52 5G está disponível nas cores preto, branco, violeta e azul, em tons pastéis.

Enquanto isso, o Motorola Edge, como sugere seu nome, vai na direção oposta ao rival sul-coreano e é equipado com um painel com laterais curvadas agressivamente, formando ângulos de 90º. As bordas não chegam a ser muito mais finas que a do A52 5G, mas as curvaturas acabam as escondendo e proporcionando maior imersão no uso.

(Imagem: Divulgação/Motorola)
(Imagem: Divulgação/Motorola)

Apesar de ter construção em alumínio, a traseira tem acabamento em plástico brilhante e cores chamativas, chamadas Solar Black (preto) e Midnight Magenta, ambas com diferentes cores secundárias dependendo do ângulo de incidência da luz. O logo da Motorola é discreto, centralizado, e as câmeras são organizadas em formato de "i", alinhadas na vertical.

Tela

  • Samsung Galaxy A52 5G: Super AMOLED de 6,5 polegadas, resolução Full HD+ de 2400 x 1080 pixels, taxa de atualização de 120 Hz

  • Motorola Edge: OLED de 6,7 polegadas, resolução Full HD+ de 2340 x 1080 pixels, taxa de atualização de 90 Hz, HDR10

No departamento de tela, temos diferenças curiosas, que farão os usuários escolherem um dos dois de acordo com suas prioridades. O Galaxy A52 5G conta com painel Super AMOLED de 6,5 polegadas em proporção 20:9, com resolução Full HD+ de 2400 x 1080 pixels e taxa de atualização de 120 Hz. O Motorola Edge é equipado com tela OLED de 6,7 polegadas em proporção 19,5:9, com resolução Full HD+ de 2340 x 1080 pixels e taxa de atualização mais modesta de 90 Hz.

A qualidade de imagem não deve sofrer com diferenças gritantes entre os dois, tampouco a resolução, mas o aparelho da Samsung deve oferecer mais fluidez independente dos cenários. Em contrapartida, o Edge tem curvaturas que entregam recursos como atalhos para aplicativos e mais suavidade ao deslizar o dedo para navegar, além de oferecer tela maior.

Câmeras

  • Samsung Galaxy A52 5G: 64 MP (Principal, f/1.8) + 12 MP (Ultra wide, f/2.2, 123º) + 5 MP (Macro, f/2.4) + 5 MP (Profundidade, f/2.4) + 32 MP (Frontal, f/2.2)

  • Motorola Edge: 64 MP (Principal, f/1.8) + 8 MP (Telefoto, f/2.4, zoom óptico de 2x) + 16 MP (Ultra wide/Macro, f/2.2, 117º) + ToF 3D (Profundidade) + 25 MP (Frontal, f/2.0)

A abordagem diferenciada vista até o momento entre os dois aparelhos persiste também no departamento de câmeras. Ainda que tenham um sensor principal parecido, os celulares da Samsung e Motorola trazem lentes secundárias bem diferentes. O Galaxy A52 5G traz sensor frontal de 32 MP, acompanhado de quatro câmeras traseiras com sensor principal de 64 MP, ultra wide de 12 MP, macro de 5 MP e auxiliar para cálculo de profundidade também de 5 MP.

Apesar de serem menos versáteis que as lentes do rival da Motorola, as câmeras do Galaxy A52 5G tem melhor pós-processamento (Imagem: Divulgação/Samsung)
Apesar de serem menos versáteis que as lentes do rival da Motorola, as câmeras do Galaxy A52 5G tem melhor pós-processamento (Imagem: Divulgação/Samsung)

Do lado do Motorola Edge, temos câmera frontal de 25 MP, além de quatro lentes traseiras com sensor principal de 64 MP, telefoto de 8 MP com zoom óptico de 2x, ultra wide que também atua como macro de 16 MP e sensor ToF 3D para cálculo de profundidade. Do ponto de vista do hardware, o Edge é mais versátil e pode ser uma escolha mais interessante para quem gosta de fotografar em diferentes ângulos.

Em contrapartida, o software da Samsung costuma ter pós-processamento superior, e pode ser uma aposta melhor caso a qualidade das imagens capturadas sem a necessidade de edição posterior seja importante.

Processamento e memória

  • Samsung Galaxy A52 5G: Qualcomm Snapdragon 750G (2x 2,2 GHz Kryo 570 Gold + 6x 1,8 GHz Kryo 570 Silver)

  • Motorola Edge: Qualcomm Snapdragon 765G (1x 2,4 GHz Kryo 475 Prime + 1x 2,2 GHz Kryo 475 Gold + 6x 1,8 GHz Kryo 475 Silver)

O departamento de processamento é onde as coisas ficam mais interessantes. O celular da Samsung é equipado com chipset Snapdragon 750G, presente nos principais e mais recentes smartphones 5G do mercado.

Com oito núcleos, o chip atinge os 2,2 GHz em seu conjunto de núcleos Kryo 570 Gold de alto desempenho, baseados no Cortex-A77 da ARM, enquanto os Kryo 570 Silver de baixo consumo, baseados no Cortex-A55, chegam aos 1,8 GHz. O chip é acompanhado de 6 GB de memória RAM e 128 GB de armazenamento, expansível via cartão MicroSD em slot híbrido.

O Snapdragon 765G e o Snapdragon 750G entregam nível de desempenho muito próximo (Imagem: Divulgação/Qualcomm)
O Snapdragon 765G e o Snapdragon 750G entregam nível de desempenho muito próximo (Imagem: Divulgação/Qualcomm)

O Motorola Edge traz o Snapdragon 765G, o primeiro da linha Snapdragon 700 com suporte a conectividade 5G. Também configurado com oito núcleos, o chip conta com três conjuntos: um núcleo Kryo 475 Prime (Cortex-A76) rodando a 2,4 GHz para máxima performance, dois núcleos Kryo 475 Gold (Cortex-A76) de alto desempenho a 2,2 GHz e seis núcleos Kryo 475 Silver (Cortex-A55) de baixo consumo a 1,8 GHz.

Completam o conjunto 6 GB de memória RAM e 128 GB de armazenamento, também habilitado para expansão via cartão MicroSD com slot híbrido na gaveta dos chips SIM.

Curiosamente, apesar da nomenclatura, o Snapdragon 750G não é inferior ao 765G e por vezes pode superar o irmão mais velho, conforme indicam benchmarks como AnTuTu e Geekbench. As diferenças não são significativas e costumam ficar entre os 3% e 11%, com vantagem para o 750G. Ainda assim, independente da escolha, performance não deve ser um problema para nenhum dos dispositivos.

Bateria

  • Samsung Galaxy A52 5G: 4.500 mAh com carregamento rápido de 25 W

  • Motorola Edge: 4.500 mAh com carregamento rápido de 18 W

Outro ponto em que Galaxy A52 5G e Motorola Edge são bastante semelhantes é a bateria, com ambos contando com tanque generoso de 4.500 mAh. Seus processadores são eficientes e devem entregar boa autonomia.

A diferença fica por conta do sistema de carregamento: o celular da Samsung consegue atingir recargas de até 25 W, enquanto o dispositivo da Motorola é limitado a 18 W, devendo assim preencher a bateria em menos tempo.

Recursos extras

Os dois aparelhos são bem completos em extras, contando com ampla gama de recursos que os diferenciam de intermediários de outras marcas. O aparelho sul-coreano conta com Wi-Fi 5, Bluetooth 5.0, áudio estéreo, leitor de digitais sob o display, IP67, conector P2 para fones de ouvido e NFC, bem como truques únicos de software da One UI 3.1.

O Motorola Edge se destaca por recursos como Bluetooth 5.1 e rádio FM (Imagem: Reprodução/PhoneArena)
O Motorola Edge se destaca por recursos como Bluetooth 5.1 e rádio FM (Imagem: Reprodução/PhoneArena)

Enquanto isso, o telefone norte-americano oferece quase os mesmos recursos, ficando sem o IP67 mas trazendo Bluetooth mais moderno, na versão 5.1, e rádio FM. Além disso, o Edge oferece os tradicionais gestos da Motorola e extras que aproveitam a tela curva, como usar gatilhos virtuais durante a jogatina.

Galaxy A52 5G vs Motorola Edge: qual vale mais a pena?

Tanto Samsung quanto Motorola contam com excelentes soluções intermediárias que devem atender mesmo aos usuários um pouco mais exigentes, que prezam por boa performance e fluidez na navegação e jogos. Com processadores de potência similar, o critério de desempate entre Galaxy A52 5G e Motorola Edge segue para outras áreas.

Caso construção e versatilidade de câmeras sejam pontos cruciais para você, o Motorola Edge pode ser uma escolha melhor. Mas se a qualidade de fotografia sem edição e maior suporte de software tem maior importância, o Samsung Galaxy A52 5G é a opção mais segura a se investir, além de trazer IP67 para sobreviver a acidentes do dia a dia.

Preços também são similares, com o Galaxy A52 5G sendo encontrado por valores na casa dos R$ 3.200, enquanto o Motorola Edge já pode ser encontrado com facilidade entre os R$ 2.700 e R$3.100. Vale lembrar, porém, que os smartphones da Samsung costumam desvalorizar rápido, e não deve demorar muito para que seu preço se torne mais competitivo ou mesmo mais baixo que o do celular da Motorola.

E você, leitor? Gosta mais do visual diferentão do Motorola Edge ou prefere atualizações por mais tempo e IP67 do Galaxy A52 5G? Concorda com nosso veredito? Comente conosco suas opiniões!

Galaxy A52 5G vs Motorola Edge: ficha técnica

Especificações

Samsung Galaxy A52 5G

Motorola Edge

Tela

6,5" Super AMOLED, Full HD+, 120 Hz

6,7" OLED, Full HD+, 90 Hz, HDR10

Chipset

Qualcomm Snapdragon 750G

Qualcomm Snapdragon 765G

Memória RAM

6 GB

6 GB

Armazenamento

128 GB

128 GB

Câmera traseira

64 MP (Principal, f/1.8)

12 MP (Ultra wide, f/2.2, 123º)

5 MP (Macro, f/2.4)

5 MP (Profundidade, f/2.4)

64 MP (Principal, f/1.8)

8 MP (Telefoto, f/2.4)

16 MP (Ultra wide/Macro, f/2.2, 117º)

ToF 3D (Profundidade)

Câmera frontal

32 MP (f/2.2)

25 MP (f/2.0)

Bateria

4.500 mAh com carregamento rápido de 25 W

4.500 mAh com carregamento rápido de 18 W

SO

Android 11 sob a One UI 3.1

Android 10

Extras

Wi-Fi 5, Bluetooth 5.0, NFC, IP67, leitor de digitais sob a tela, áudio estéreo, conector P2

Wi-Fi 5, Bluetooth 5.1, NFC, leitor de digitais sob a tela, áudio estéreo, conector P2, rádio FM

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: