Mercado fechado

Prioli diz que gostaria de ser Bolsonaro por um dia: "Assinaria renúncia"

Gabriela Prioli se posiciona contra o governo de Jair Bolsonaro (Foto: Instagram @gabrielaprioli/Getty Images)

Gabriela Prioli deixa claro em seus comentários sobre política na CNN Brasil que é contra o governo de Jair Bolsonaro (sem partido). Mas a mestre em direito penal revelou em live com Fábio Porchat na última segunda-feira (22) que gostaria de ser o presidente da República pelo curto período de 24 horas. O motivo? Ela deixaria o cargo máximo do Executivo se estivesse na pele de Bolsonaro.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no InstagramFacebook e Twitter, e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário

“Gostaria de ser o Bolsonaro para assinar a renúncia”, dispara Prioli. Mas ela “pede” que o desejo se cumpra apenas por um dia mesmo. “Deus me livre de ficar no lugar dele por mais tempo”, completa.

Leia também

Prioli ainda conta que pensou em ser o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, para deportar Abraham Weintraub. O ex-ministro da Educação foi demitido no último dia 18 de junho e saiu do país no dia seguinte. O ex-ministro é investigado em dois inquéritos no Supremo Tribunal Federal (STF).

Confira a declaração: