Mercado fechado
  • BOVESPA

    101.259,75
    -657,98 (-0,65%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    38.707,72
    +55,53 (+0,14%)
     
  • PETROLEO CRU

    39,78
    -0,86 (-2,12%)
     
  • OURO

    1.903,40
    -1,20 (-0,06%)
     
  • BTC-USD

    12.925,03
    +28,44 (+0,22%)
     
  • CMC Crypto 200

    260,05
    -1,40 (-0,54%)
     
  • S&P500

    3.465,39
    +11,90 (+0,34%)
     
  • DOW JONES

    28.335,57
    -28,09 (-0,10%)
     
  • FTSE

    5.860,28
    +74,63 (+1,29%)
     
  • HANG SENG

    24.918,78
    +132,65 (+0,54%)
     
  • NIKKEI

    23.516,59
    +42,32 (+0,18%)
     
  • NASDAQ

    11.669,25
    +19,50 (+0,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6639
    +0,0538 (+0,81%)
     

Gabriel Veron sai do banco e comanda virada do Palmeiras

LANCE!
·2 minutos de leitura


Gabriel Veron saiu do banco de reservas e garantiu a vitória do Palmeiras por 2 a 1 sobre o Red Bull Bragantino, no Nabi Abi Chedid. O garoto não jogava desde março, entrou no segundo tempo quando o Aliverde perdia e comandou a virada ao marcar um gol e dar assistência para Willian.


O Jogo

Vanderlei Luxemburgo fez mudanças no time titular. O Palmeiras entrou com Wesley na vaga de Bruno Henrique e Zé Rafael foi mantido no meio. Na tentativa de dar velocidade, o time voltou a apresentar as mesmas dificuldades na criação.

No Red Bull, o técnico Mauricio Barbieri fez a estreia e, com uma marcação forte, apertou a saída de bola do rival, apesar do calor em Bragança Paulista. Claudinho e Artur, com velocidade, levavam perigo.

O placar, porém, só foi aberto no segundo tempo. Em contra-ataque, Claudinho finalizou, a bola desviou em Gustavo Gómez e não deu chances para o Weverton, logo aos dez minutos.

Em desvantagem, Luxemburgo rodou a equipe e Gabriel Veron ganhou oportunidade. Ele não atuava desde março. Na volta aos treinos após a pandemia ele sofreu uma lesão muscular e só retornou neste domingo (6), sendo fundamental para o triunfo palmeirense.

Primeiro, ele recebeu cruzamento de Gabriel Menino e, de cabeça, deixou tudo igual. Nos acréscimos, Veron invadiu a área e tocou para Willian fazer o nono gol dele na temporada.

No jogo 400 de Vanderlei Luxemburgo à frente do Palmeiras, o garoto de 18 anos aliviou a pressão sobre o treinador e mostrou que, recuperado, é um dos titulares.

FICHA TÉCNICA
RED BULL BRAGANTINO 1 X 2 PALMEIRAS

Local: Nabi Abi Chedid, Bragança Paulista (SP)
Renda e público: portões fechados
Árbitro: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)
Assistentes: Carlos Henrique Alves de Lima Filho e Daniel do Espírito Santo Parro, ambos do Rio de Janeiro
Árbitro de vídeo: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Cartões amarelos: Ricardo Ryller (RDB), Gustavo Gómez e Vitor Hugo (PAL)
Cartões vermelhos: Morato, 51’/2ºT (RDB)

GOLS: Claudinho, 10’/2ºT (1-0), Gabriel Veron, 24’/2ºT (1-1), Willian, 49’/2ºT (1-2)

RED BULL BRAGANTINO: Cleiton;Aderlan, Léo Ortiz, Ligger e Edimar; Ricardo Ryller (Uillian Correia, 8’/2ºT), Matheus Jesus e Claudinho (Morato, 39’/2ºT); Artur (Jean Pintado, 39’/2ºT), Leandrinho (Bruno Tubarão, intervalo) e Ytalo (Alerrandro, 20’/2ºT).Técnico: Maurício Barbieri.

PALMEIRAS: Weverton, Mayke (Bruno Henrique, 20’/2ºT), Vitor Hugo, Gustavo Gómez e Matías Viña; Patrick de Paula (Danilo, 35’/2ºT), Zé Rafael (Willian, 20’/2ºT), Gabriel Menino e Lucas Lima (Raphael Veiga, 39’/2ºT); Wesley (Gabriel Veron, 20’/2ºT) e Luiz Adriano. Técnico: Vanderlei Luxemburgo