Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.611,65
    +1.322,47 (+1,19%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.466,02
    -571,03 (-1,12%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,00
    +0,39 (+0,45%)
     
  • OURO

    1.797,70
    +4,60 (+0,26%)
     
  • BTC-USD

    36.806,06
    +423,34 (+1,16%)
     
  • CMC Crypto 200

    832,36
    +12,85 (+1,57%)
     
  • S&P500

    4.326,51
    -23,42 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.160,78
    -7,31 (-0,02%)
     
  • FTSE

    7.554,31
    +84,53 (+1,13%)
     
  • HANG SENG

    23.818,94
    +11,94 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    26.591,62
    +421,32 (+1,61%)
     
  • NASDAQ

    14.131,00
    +144,25 (+1,03%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0254
    +0,0014 (+0,02%)
     

Gabarito oficial do Enem 2021 é divulgado; saiba como acessá-lo

·2 min de leitura
ARQUIVO* SAO PAULO -SP - 17/01/2021 - COTIDIANO - Primeiro dia de prova do Enem começa hoje, em meio a avanço da pandemia em todo o pais.  (Foto: Marlene Bergamo/Folhapress)
ARQUIVO* SAO PAULO -SP - 17/01/2021 - COTIDIANO - Primeiro dia de prova do Enem começa hoje, em meio a avanço da pandemia em todo o pais. (Foto: Marlene Bergamo/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Inep, órgão do Ministério da Educação, divulgou nesta quarta (1°) o gabarito oficial do Enem 2021. Os candidatos podem acessá-lo na página oficial do instituto.

Com o gabarito, no entanto, não é possível antecipar a nota obtida na prova, apenas o número total de acertos. O cálculo da nota não é possível porque o exame é elaborado com base na TRI (Teoria de Resposta ao Item), no qual o acerto em cada questão pode ter pesos diferentes no resultado final.

Segundo o edital, a nota final dos candidatos só será divulgada em 11 de fevereiro.

As provas do Enem aconteceram nos dias 21 e 28 de novembro com o menor número de participantes desde 2014. Dos 3,1 milhões de inscritos, 930 mil não compareceram ao exame -uma abstenção de 29,9%.

A edição 2021 do Enem, a terceira sob o governo Jair Bolsonaro (PL), foi marcada por uma série de turbulências e controvérsias. Às vésperas do exame, dezenas de servidores do Inep pediram demissão de cargos de confiança e denunciaram situações de assédio moral que sofreram para suprimir perguntas com temas considerados inadequados pela gestão do órgão.

O Enem é a principal porta de entrada para o ensino superior, já que, com o resultado da prova, os candidatos conseguem tentar vagas nas principais universidades públicas do país. Além de acessar programas como Fies e Prouni.

Além dos candidatos que fizeram as provas em novembro, outros 280.145 inscritos farão o Enem nos dias 9 e 16 de janeiro de 2022, nas datas da reaplicação do exame (para eventuais casos de falhas na aplicação, como falta de energia, ou para quem comprove ter contraído Covid-19) e da aplicação para pessoas privadas de liberdade.

O grupo faz parte dos inscritos que conseguiram se inscrever com isenção após decisão do STF (Supremo Tribunal Federal). O governo tinha se recusado a liberar isenções aos faltosos da última edição, realizada em momento crítico da pandemia.

Nestes mesmos dias farão o exame candidatos prejudicados na aplicação por algum motivo de força maior, como os jovens do complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, no Rio de Janeiro, que perderam o primeiro dia do Enem por causa da operação da Polícia Militar que deixou nove pessoas mortas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos