Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.941,68
    -160,31 (-0,15%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.599,38
    -908,97 (-1,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,83
    -0,72 (-0,84%)
     
  • OURO

    1.836,10
    -6,50 (-0,35%)
     
  • BTC-USD

    35.831,30
    -3.052,64 (-7,85%)
     
  • CMC Crypto 200

    870,86
    +628,18 (+258,85%)
     
  • S&P500

    4.397,94
    -84,79 (-1,89%)
     
  • DOW JONES

    34.265,37
    -450,02 (-1,30%)
     
  • FTSE

    7.494,13
    -90,88 (-1,20%)
     
  • HANG SENG

    24.965,55
    +13,20 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    27.522,26
    -250,67 (-0,90%)
     
  • NASDAQ

    14.411,00
    -430,00 (-2,90%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1900
    +0,0599 (+0,98%)
     

G7 faz reunião de emergência para tentar conter variante ômicron

·2 min de leitura

Quatro dias após o alerta sobre o surgimento da nova variante da Covid-19, na África do Sul, os ministros da Saúde dos países do G7 se reúnem em caráter de urgência em Londres, nesta segunda-feira (29), para tentar frear a disseminação da ômicron. O contágio pela nova variante continua a progredir pelo mundo, causando cada vez mais preocupação e vários países decidiram impor novas medidas para conter a epidemia.

O Japão decidiu fechar seu território para todos os visitantes estrangeiros. Três semanas depois de aliviar algumas restrições para permitir a entrada de viajantes a negócios e estudantes, Tóquio "proibirá todas as entradas de pessoas estrangeiras" a partir desta terça-feira (30), informou o primeiro-ministro japonês Fumio Kishida.

Os japoneses que regressam de nove estados e países do sul da África, onde foram identificadas pela primeira vez as infecções com a nova variante, terão de se submeter a "medidas de isolamento estritas, de acordo com os riscos".

Casos ligados à nova cepa já foram detectados também nos países do G7, situação que levou os ministros da Saúde da França, Estados Unidos, Canadá, Alemanha, Itália, Japão e Reino Unido a convocar uma "reunião de emergência" "para discutir a evolução da situação da variante ômicron".

Na França, a detecção da nova variante é "muito provavelmente uma questão de horas", disse o ministro da Saúde, Olivier Véran, no domingo (28). Oio casos possíveis de contaminação pela ômicron no país foram detectados e estão sendo monitorados, informaram as autoridades francesas.

OMS se diz preocupada

Primeira imagem da variante ômicron

(com informações da AFP)


Leia mais

Leia também:
Holanda anuncia que 13 passageiros vindos da África do Sul são portadores da variante ômicron
Ômicron: OMS pede que fronteiras continuem abertas, apesar da nova variante da Covid
Ômicron: 5 perguntas para entender a nova variante da Covid-19

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos