G-7 diz que não haverá meta para taxa de câmbio

Os ministros e governadores do G-7 divulgaram um comunicado nesta terça-feira, no qual afirmam o compromisso dos países integrantes do grupo com taxas de câmbio determinadas pelo mercado financeiro. "(Nós) reafirmamos nosso compromisso de longa data com taxas de câmbio determinadas pelo mercado e com a análise estreita dos movimentos nos mercados de câmbio."

As autoridades reafirmaram também que "nossas políticas fiscal e monetária têm sido e continuarão a ser orientadas no sentido de cumprir nossos respectivos objetivos nacionais, utilizando instrumentos domésticos, e não teremos meta para taxas de câmbio".

Eles disseram que concordam que a volatilidade excessiva e os movimentos desordenados nas taxas de câmbio podem ter implicações adversas para a estabilidade econômica e financeira. "Vamos continuar a observar estreitamente os mercados de câmbio e cooperar, conforme apropriado", acrescentaram. As informações são da Dow Jones.

Carregando...