Mercado abrirá em 5 h 14 min
  • BOVESPA

    109.951,49
    +2.121,77 (+1,97%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.125,01
    -210,50 (-0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    78,51
    +0,04 (+0,05%)
     
  • OURO

    1.892,40
    +1,70 (+0,09%)
     
  • BTC-USD

    22.619,19
    -595,25 (-2,56%)
     
  • CMC Crypto 200

    521,18
    -15,71 (-2,93%)
     
  • S&P500

    4.117,86
    -46,14 (-1,11%)
     
  • DOW JONES

    33.949,01
    -207,68 (-0,61%)
     
  • FTSE

    7.885,17
    +20,46 (+0,26%)
     
  • HANG SENG

    21.583,65
    +300,13 (+1,41%)
     
  • NIKKEI

    27.584,35
    -22,11 (-0,08%)
     
  • NASDAQ

    12.597,00
    +51,75 (+0,41%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5796
    +0,0122 (+0,22%)
     

Futuros de Wall Street sobem com investidores avaliando reabertura da China

Operadores trabalham na Bolsa de Valores de Nova York

(Reuters) - Os futuros de índices de ações dos Estados Unidos subiam nesta quarta-feira, com os investidores avaliando o afrouxamento das restrições pandêmicas da China e o aumento de casos da Covid-19 na segunda maior economia do mundo.

Pequim começou a desmantelar suas rígidas restrições à Covid-19 este mês em uma reviravolta abrupta na política sanitária e na segunda-feira anunciou que abandonará sua regra de quarentena para viajantes que chegam ao país a partir do próximo mês.

A medida inicialmente trouxe alegria aos mercados na expectativa de uma recuperação na economia da China, prejudicada pelo coronavírus, mas um salto nas infecções diminuiu a confiança.

À medida que os mercados entram na última etapa de um ano extenuante para as ações, com medo de uma recessão devido ao ritmo mais rápido de aumentos de juros do Federal Reserve desde o início dos anos 1980, o foco mudou para 2023 e as perspectivas para os lucros corporativos.

O S&P 500 e o Nasdaq caíram 19,7% e 33,8%, respectivamente, até agora em 2022 e devem sofrer sua maior perda anual desde a crise financeira de 2008.

O S&P 500 e o Nasdaq fecharam em baixa na terça-feira, no início de uma semana encurtada por feriados, já que as ações de crescimento sofreram o peso da angústia dos investidores sobre quanto tempo o Fed continuará elevando os juros para conter os preços altos.

O futuro do Dow Jones subia 0,25%, o futuro do S&P 500 avançava 0,19%, e o futuro do Nasdaq 100 subia 0,14%.

(Reportagem de Amruta Khandekar e Bansari Mayur Kamdar em Bengaluru)