Mercado abrirá em 35 mins
  • BOVESPA

    111.716,00
    -2.354,00 (-2,06%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.395,94
    -928,96 (-2,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    78,06
    -0,68 (-0,86%)
     
  • OURO

    1.649,00
    -6,60 (-0,40%)
     
  • BTC-USD

    18.886,13
    -248,16 (-1,30%)
     
  • CMC Crypto 200

    432,65
    -11,89 (-2,67%)
     
  • S&P500

    3.693,23
    -64,76 (-1,72%)
     
  • DOW JONES

    29.590,41
    -486,29 (-1,62%)
     
  • FTSE

    6.964,10
    -54,50 (-0,78%)
     
  • HANG SENG

    17.855,14
    -78,13 (-0,44%)
     
  • NIKKEI

    26.431,55
    -722,28 (-2,66%)
     
  • NASDAQ

    11.299,75
    -77,00 (-0,68%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1495
    +0,0519 (+1,02%)
     

Futuros se recuperam após liquidação em Wall St

Placa de Wall Street perto da bolsa de Nova York, em Nova York, EUA

(Reuters) - Os futuros de Wall Street subiam nesta quarta-feira, com as ações de tecnologia se recuperando das quedas acentuadas da sessão anterior, causadas pelo nervosismo sobre altas fortes dos juros nos EUA, enquanto investidores aguardavam outro conjunto de dados de inflação em busca de pistas sobre o caminho do aperto da política monetária.

Os três principais índices à vista de ações dos EUA registraram na terça-feira suas maiores quedas percentuais diárias desde junho de 2020, depois que a leitura mais forte do CPI, o índice de preços ao consumidor norte-americano, cimentou apostas de que o Federal Reserve poderia avançar com o terceiro aumento consecutivo de 75 pontos-base no juro na próxima semana.

Atualmente, os mercados estão precificando chance de 37% de um aumento maciço de 100 pontos-base pelo banco central e espera que as taxas atinjam um pico de 4,34% até março de 2023.

O foco se volta para dados do índice de preços ao produtor às 9h30 (de Brasília), que deve desacelerar para 8,8% em 12 meses até agosto, de 9,8% em julho. O número será seguido por dados mensais de vendas no varejo na quinta-feira. Às 13:05 (de Brasília), o contrato futuro do S&P 500 ganhava 0,41%, a 3.947,25 pontos, enquanto o futuro do Dow Jones subia 0,30%, a 31.196,00 pontos. O futuro do Nasdaq 100 avançava 0,43%, a 12.088,25 pontos.

(Por Ankika Biswas e Devik Jain em Bangalore)