Mercado abrirá em 1 h 28 min
  • BOVESPA

    119.297,13
    +485,13 (+0,41%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.503,71
    +151,51 (+0,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,11
    +0,93 (+1,55%)
     
  • OURO

    1.743,40
    -4,20 (-0,24%)
     
  • BTC-USD

    64.412,05
    +1.664,94 (+2,65%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.390,32
    +96,33 (+7,44%)
     
  • S&P500

    4.141,59
    +13,60 (+0,33%)
     
  • DOW JONES

    33.677,27
    -68,13 (-0,20%)
     
  • FTSE

    6.906,24
    +15,75 (+0,23%)
     
  • HANG SENG

    28.900,83
    +403,58 (+1,42%)
     
  • NIKKEI

    29.620,99
    -130,61 (-0,44%)
     
  • NASDAQ

    14.014,25
    +38,50 (+0,28%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,8344
    +0,0032 (+0,05%)
     

Futuros do minério de ferro na China sobem pelo 3° dia com forte demanda

·1 minuto de leitura

(Reuters) - Os futuros de referência do minério de ferro na China subiram pela terceira sessão consecutiva nesta quinta-feira, com os preços spot no país estabilizando após uma recente liquidação devido a melhorias na demanda e alívio em preocupações sobre restrições à produção siderúrgica.

Participantes do mercado também miravam notícias que poderiam alimentar preocupações quanto a um aperto na oferta global do material usado na fabricação do aço, como inundações na Austrália e o bloqueio do Canal de Suez, disseram analistas.

O minério de ferro na bolsa chinesa de commodities de Dalian encerrou o pregão diurno com alta de 2,7%, a 1.067,50 iuanes (163,36 dólares) por tonelada.

Na bolsa de Cingapura, por outro lado, o minério de ferro operava estável, a 155,70 dólares por tonelada.

Os preços spot ficaram praticamente estáveis na quarta-feira, depois de uma liquidação na terça-feira impulsionada por temores de restrições à produção de aço na China devido a medidas de combate a poluição.

"Inundações na Austrália podem apertar a disponibilidade de minério de ferro", disseram analistas de commodities da ANZ em nota.

Já o bloqueio do Canal de Suez pelo encalhe de um navio causou temores de problemas na cadeia de suprimento, particularmente de commodities, disse Howie Lee, do OCBC Bank em Cingapura.

O aço para construção na bolsa de futuros de Xangai avançou 1,3%.