Mercado fechará em 4 h 53 min

Futuros do Dow Jones e do S&P 500 têm leve queda com esperança de estímulo perdendo força

·1 minuto de leitura

(Reuters) - Os contratos futuros do S&P 500 e do Dow Jones tinham ligeiras quedas nesta sexta-feira, à medida que temores sobre o aumento das infecções por coronavírus e o enfraquecimento do estímulo ameaçavam dificultar ainda mais uma recuperação econômica em desaceleração.

Os futuros do Nasdaq 100 subiam, com investidores voltando às ações de tecnologia, que mostraram resiliência durante a pandemia. Netflix Inc, Amazon.com Inc e Microsoft Corp tinham ligeiros ganhos no pré-mercado.

Em uma ação inesperada na quinta-feira, o secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, disse que os principais programas de empréstimo durante a pandemia de Covid-19 no Federal Reserve para apoiar empresas e governos locais expirariam até o final do ano.

A decisão de encerrar o programa, considerado essencial pelo banco central, ocorre no momento em que os dados mostram um aumento nos pedidos de auxílio-desemprego na semana passada, em meio a novas restrições aos negócios para controlar o salto nas infecções por coronavírus, que desencadearam uma nova onda de demissões.

Califórnia e Ohio impuseram toques de recolher noturnos na quinta-feira, juntando-se a 20 Estados dos EUA que adotaram novos mandatos para combater a propagação do vírus neste mês.

Os futuros do Dow Jones caíam 0,12% às 9h45, enquanto os futuros do S&P 500 tinham variação negativa de 0,03%. O futuro do Nasdaq 100 subia 0,18%.

Pfizer Inc ganhava 1,8% no pré-mercado, uma vez que a empresa informou que solicitou aos reguladores de saúde dos EUA autorização de uso emergencial de sua vacina para a Covid-19.

(Reportagem de Shivani Kumaresan e Medha Singh)