Mercado abrirá em 29 mins
  • BOVESPA

    112.291,59
    +413,06 (+0,37%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    43.934,21
    +259,38 (+0,59%)
     
  • PETROLEO CRU

    46,34
    +0,70 (+1,53%)
     
  • OURO

    1.842,80
    +1,70 (+0,09%)
     
  • BTC-USD

    19.037,34
    -220,24 (-1,14%)
     
  • CMC Crypto 200

    373,80
    -0,61 (-0,16%)
     
  • S&P500

    3.666,72
    -2,29 (-0,06%)
     
  • DOW JONES

    29.969,52
    +85,73 (+0,29%)
     
  • FTSE

    6.544,77
    +54,50 (+0,84%)
     
  • HANG SENG

    26.835,92
    +107,42 (+0,40%)
     
  • NIKKEI

    26.751,24
    -58,13 (-0,22%)
     
  • NASDAQ

    12.510,25
    +48,00 (+0,39%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2494
    +0,0134 (+0,21%)
     

Futuro nacional, Nissan Magnite estreia motor 1.0 turbo de 100 cv

br.info@motor1.com (Nicolas Tavares)
·3 minuto de leitura
Nissan Magnite 2021
Nissan Magnite 2021

Versão com câmbio manual pode chegar a fazer 20 km/litro; veja especificações

O lançamento do Nissan Magnite na Índia está cada vez mais próximo, previsto para o final de novembro, então a fabricante já começou a divulgar mais detalhes sobre o carro em sua página, incluindo a ficha técnica. O crossover compacto tem como novidade a estreia do motor 1.0 turbo de três cilindros da empresa, que finalmente é confirmado com 100 cv e 16,3 kgfm de torque, prometendo fazer até 20 km/litro. O modelo virá ao Brasil, produzido no país a partir de 2022 para ser a nova opção básica da empresa.

Feito sobre a plataforma modular CMF-A+, uma versão estendida da base do Renault Kwid, o Nissan Magnite mede 3,994 metros de comprimento, 1,758 m de largura. 1,572 m de altura e tem um entre-eixos de 2,500 m. A altura em relação ao solo é de 20,5 centímetros, na média dos SUVs. Seu porta-malas tem capacidade para 336 litros, subindo para 690 litros com os bancos traseiros rebatidos. Será bem leve, pensando entre 939 kg e 1.039 kg dependendo da versão.

A motorização terá duas opções. A versão mais básica do carro utilizará o motor 1.0 aspirado de três cilindros, entregando 72 cv a 6.250 rpm e 9,8 kgfm de torque a partir de 3.500 rpm, sempre com o câmbio manual de 5 marchas. Segundo a Nissan, deve entregar um rendimento energético de 18,75 km/litro.

As mais caras terão o inédito 1.0 turbo, que enfim teve seus números revelados. Gera 100 cv a 5.000 rpm e 16,3 kgfm entre 2.800 e 3.600 giros, quando equipado com a transmissão manual, enquanto a variante com o câmbio CVT conta com 15,2 kgfm entre 2.200 rpm e 4.400 rpm. A variante automática faz 17,7 km/litro, enquanto a manual chega a 20 km/litro.

Como é um carro bem básico, terá freios a disco nas rodas dianteiras e tambores na traseira, enquanto a suspensão é MacPherson na frente e usa eixo de torção na parte de trás. As rodas são de 16 polegadas, usando pneus 195/60 R16 e um estepe de medidas 185/65 R15.

2021 Nissan Magnite
2021 Nissan Magnite
Nissan Magnite 2021
Nissan Magnite 2021

Na Índia, o Magnite será vendido em quatro níveis de acabamento: XE, XL, XV e XV Premium, sendo que a mais básica será oferecida somente com o 1.0 aspirado. De acordo com a Nissan, somando as variantes por acabamento e motorização, mais os opcionais, o crossover oferece 20 configurações. De série, traz sensor de estacionamento traseiro, desembaçador traseiro, alerta de cinto de segurança, rodas aro 16” de aço, painel de instrumentos com tela LCD de 3,5” para o computador de bordo, ar-condicionado, direção elétrica e vidros dianteiros elétricos.

A versão mais completa e com todos os opcionais adiciona faróis em LED, assistente de partida em rampas, controles de estabilidade e tração, monitoramento da pressão dos pneus, câmera 360°, chave presencial, rodas aro 16” de liga leve, central multimídia com tela de 8” compatível com Android Auto e Apple CarPlay, sensor de ponto cego, controle de cruzeiro, painel de instrumentos com tela TFT de 7”, ar-condicionado automático, carregador wireless para smartphone, sistema de som da JBL, iluminação ambiente e mais.

Leia também:

Apesar da estreia na Índia acontecer ainda neste ano, a chegada do Nissan Magnite ao Brasil levará mais um tempo para acontecer. Isso porque o carro deve passar por mudanças estruturais, como foi com o Renault Kwid, para atender às regras mais rígidas de homologação do nosso mercado – o Kwid nacional é 20% mais pesado do que o indiano por causa da adição de chapas de aço de alta resistência e outras mudanças. O lançamento é esperado para março de 2022.