Mercado fechado

Fusão das agências reguladoras do setor bancário e de seguradoras na China

A China pretende realizar a fusão das agências de regulação do setor bancário e das seguradoras, para diminuir os riscos financeiros

A China pretende realizar a fusão das agências de regulação do setor bancário e das seguradoras, para diminuir os riscos financeiros, segundo um projeto anunciado nesta terça-feira.

A fusão da autoridade de supervisão dos bancos (CBRC) e da agência que regula as seguradoras (CIRC) é parte de uma ampla reorganização que prevê a criação de novos ministérios e um reajuste das administrações centrais, segundo um documento do governo.

"A união das agências reguladores pretende reforçar a supervisão financeira para tornar mais sólido e eficaz o marco regulatório e impedir o surgimento de riscos financeiros sistemáticos", afirma o projeto.

As tarefas da CBRC e da CIRC se misturavam e a distinção de suas responsabilidades "não estava clara", o que provocava "lacunas" na regulamentação, afirma o documento governamental.

Algumas responsabilidades que correspondiam às agências, como novas leis e regras, serão atribuídas ao Banco Central (PBOC).

As modificações serão apresentadas à Assembleia Nacional Popular (ANP), órgão supremo legislativo, que previsivelmente aprovará o projeto.