Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.523,47
    -1.617,17 (-1,47%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.049,05
    +174,14 (+0,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,23
    -2,65 (-3,49%)
     
  • OURO

    1.877,70
    -53,10 (-2,75%)
     
  • BTC-USD

    23.011,88
    -421,00 (-1,80%)
     
  • CMC Crypto 200

    535,42
    -1,43 (-0,27%)
     
  • S&P500

    4.136,48
    -43,28 (-1,04%)
     
  • DOW JONES

    33.926,01
    -127,93 (-0,38%)
     
  • FTSE

    7.901,80
    +81,64 (+1,04%)
     
  • HANG SENG

    21.660,47
    -297,89 (-1,36%)
     
  • NIKKEI

    27.509,46
    +107,41 (+0,39%)
     
  • NASDAQ

    12.616,50
    -230,25 (-1,79%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5385
    +0,0488 (+0,89%)
     

Furnas abre comportas de usinas pela 1ª vez em 11 anos para controlar cheia

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - A Eletrobras Furnas anunciou na sexta-feira (13) a abertura das comportas dos vertedouros de cinco usinas hidrelétricas localizadas no rio Grande, que banha municípios de Minas Gerais e São Paulo.

A medida foi determinada pelo ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico) em razão das fortes chuvas ocorridas nos últimos dias na bacia do rio.

É a primeira vez após 11 anos que as comportas são abertas de forma conjunta para o controle de cheias, de acordo com a empresa.

Quatro usinas tiveram a abertura dos vertedouros na sexta: Furnas, Mascarenhas de Moraes, Luiz Carlos Barreto de Carvalho e Marimbondo. Já a hidrelétrica de Porto Colômbia está com o vertedouro aberto desde segunda (9).

Em nota, a companhia afirmou que haverá aumento do nível da água a jusante (após a barragem) das respectivas usinas. Também disse que acionou autoridades locais para adoção de medidas de segurança.

"A Eletrobras Furnas cumpre estritamente as determinações dos órgãos reguladores na operação dos empreendimentos hidrelétricos sob sua concessão", afirmou a empresa.

"Os níveis dos reservatórios e a energia despachada são programados pelo ONS, responsável por operar o conjunto de reservatórios brasileiros de forma integrada, com o objetivo de garantir a segurança energética", completou.

Em uma usina hidrelétrica, a abertura do vertedouro busca permitir a saída da água quando os níveis do reservatório ultrapassam os limites recomendados. A estrutura ajuda a evitar enchentes em períodos de chuva.

Na usina de Furnas, o reservatório de Furnas estava com um volume útil de 86,53% na sexta, o maior nível das cinco hidrelétricas.