Mercado fechará em 50 mins

FUP quer suspender novo plano de negócios da Petrobras até avaliação do governo eleito

Logo da Petrobras na fachada da sede da empresa

SÃO PAULO (Reuters) - A Federação Única dos Petroleiros (FUP) afirmou nesta sexta-feira que quer a suspensão do Plano Estratégico da Petrobras 2023/2027, previsto para ser anunciado no final do mês pela atual diretoria da companhia, até que representantes do novo governo se posicionem sobre o tema.

A FUP disse que foi encaminhado nesta manhã ofício sobre o assunto ao presidente da Petrobras, Caio Paes de Andrade, e conselheiros da empresa.

"Estamos numa transição de governo. Logo, é razoável que o Plano Estratégico da Companhia 2023-2027 seja realizado a partir das orientações e prioridades estratégicas dos representantes do novo governo", destaca o documento assinado pelo coordenador-geral da FUP, Deyvid Bacelar, segundo comunicado divulgado à imprensa.

O texto reforça ainda que "o Plano Estratégico constitui-se como importante instrumento de gestão da companhia, representando a visão das prioridades de investimentos para os próximos anos".

Em nota, a FUP acrescentou que espera que a Petrobras suspenda os processos de privatização, "signing" e "closing" de negociação de ativos, no período de transição de governo.

Procurada, a Petrobras não comentou o assunto imediatamente.

(Por Marta Nogueira e Roberto Samora)