Mercado fechará em 4 mins
  • BOVESPA

    128.013,72
    -1.245,77 (-0,96%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.133,32
    -445,78 (-0,88%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,12
    -1,03 (-1,43%)
     
  • OURO

    1.776,50
    -84,90 (-4,56%)
     
  • BTC-USD

    37.720,74
    -986,17 (-2,55%)
     
  • CMC Crypto 200

    937,50
    -32,37 (-3,34%)
     
  • S&P500

    4.224,51
    +0,81 (+0,02%)
     
  • DOW JONES

    33.829,01
    -204,66 (-0,60%)
     
  • FTSE

    7.153,43
    -31,52 (-0,44%)
     
  • HANG SENG

    28.558,59
    +121,75 (+0,43%)
     
  • NIKKEI

    29.018,33
    -272,68 (-0,93%)
     
  • NASDAQ

    14.196,25
    +215,00 (+1,54%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9804
    -0,0816 (-1,35%)
     

Fungos vão dar um passeio ao redor da Lua

·2 minuto de leitura
Fungos vão dar um passeio ao redor da Lua
Fungos vão dar um passeio ao redor da Lua

Amostras experimentais de fungos vão fazer uma viagem ao redor da Lua. Os seres estão sendo preparados por microbiologistas do Laboratório de Pesquisa Naval (NRL, na sigla em inglês) dos Estados Unidos e vão dar o passeio perto do satélite natural entre o final deste ano ou o início do próximo.

A ideia dos cientistas com o experimento é obter informações sobre as defesas naturais dos fungos contra a radiação. Esses dados serão úteis para a exploração espacial futura e uma vida sustentada no espaço. Desde outubro de 2020, testes de verificação experimental são realizados no Centro Espacial Kennedy, simulando o ambiente do voo.

Leia mais:

“Durante o ano passado, concluímos com sucesso o teste de verificação científica para garantir que o experimento esteja funcionando em nosso laboratório, que é a primeira etapa deste projeto”, disse o microbiologista Zheng Wang, do NRL e principal pesquisador do projeto.

Fungos, naturalmente, têm mecanismos capazes de proteger e reparar danos ao DNA causados pela radiação, fazendo com que resistam extremamente mais do que seres humanos. Diante disso, os cientistas vão estudar a melanina nos fungos, que pode ajudá-los a se protegerem dos danos, além das vias de reparo.

Researchers prepare to send fungi for a ride around the moon
Os pesquisadores Zachary Schultzhaus (E), Zheng Wang (C) e Jillian Romsdahl (D), do NRL. Imagem: Sarah Peterson/Navy

Um bolor preto, o Aspergillus niger, será o fungo utilizado no experimento. Ele é um dos fungos mais detectados na Estação Espacial Internacional (ISS). “Estamos olhando para uma questão maior de como os sistemas biológicos se adaptam ao espaço profundo, o que tem implicações para as pessoas que tentam viajar para Marte ou mais longe”, disse a microbiologista e pós-doutoranda do NRC no projeto Jillian Romsdahl.

Quatro amostras são preparadas, sendo uma cepa de tipo selvagem e as outras três mutantes geneticamente modificadas em laboratório. Em uma delas tem defeito na produção de melanina, para ser comparada ao tipo selvagem.

As outras duas mutantes terão deficiência nas vias de reparo do DNA. As amostras de fungos serão armazenadas na cápsula Orion. A viagem ao redor da Lua vai durar três semanas. Depois, a Nasa devolverá as amostras ao NRL para análise. No laboratório, elas vão ser submetidas a uma análise aprofundada das alterações morfológicas, fisiológicas e químicas.

Via: Phys

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos