Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.941,68
    -160,31 (-0,15%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.599,38
    -908,97 (-1,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,29
    -0,61 (-0,70%)
     
  • OURO

    1.836,10
    -6,50 (-0,35%)
     
  • BTC-USD

    35.501,56
    -3.466,61 (-8,90%)
     
  • CMC Crypto 200

    870,86
    +628,18 (+258,85%)
     
  • S&P500

    4.397,94
    -84,79 (-1,89%)
     
  • DOW JONES

    34.265,37
    -450,02 (-1,30%)
     
  • FTSE

    7.494,13
    -90,88 (-1,20%)
     
  • HANG SENG

    24.965,55
    +13,20 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    27.522,26
    -250,67 (-0,90%)
     
  • NASDAQ

    14.411,00
    -430,00 (-2,90%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1900
    +0,0599 (+0,98%)
     

Fundo Verde ganha com cripto, mas não evita 2021 ‘frustrante’

·2 min de leitura

(Bloomberg) -- O fundo Verde, que registrou a segunda queda anual de sua história em 2021, ganhou com apostas em juros no Brasil e em criptomoedas no ano passado, mas não o suficiente para compensar a pressão negativa de sua exposição em ações locais.

Most Read from Bloomberg

O principal erro de gestão foi “não conseguir defender a enorme deterioração do mercado de ações brasileiro”, disse a Verde Asset Management, que gere o fundo e foi criada por Luis Stuhlberger. O fundo ganhou dinheiro com posições tomadas na parte curta da curva de juros e com a compra de inflação implícita, mas “tais ganhos foram pequenos perante a perda no restante do portfólio.”

Em carta a cotistas, o fundo também disse que foi bem-sucedido com alocações de cripto, crédito, commodities e moedas. As alocações foram pequenas, mas “adicionaram valor ao fundo e seguem uma estratégia da gestão de diversificar a alocação de capital do Verde.”

Para 2022, o fundo descreve um cenário com “muitas incertezas” incluindo o início do aperto de política monetária nos Estados Unidos, e a combinação de eleição presidencial e forte desaceleração da economia no Brasil.

O fundo atualmente carrega cerca de 27,5% do seu portfólio em ações, sendo que 23,5% no mercado local. O Verde também tem posições tomadas em juros nos EUA e na Europa, assim como pequenas exposições compradas em rublo e petróleo.

O fundo caiu 1,1% em 2021, após passar por um dos meses mais difíceis de sua história em outubro, de acordo com dados compilados pela Bloomberg. O fundo se recuperou após um turbulento início de quarto trimestre e subiu 2,1% em dezembro.

“Não acreditávamos na implosão do teto e no Brasil caminhando para uma taxa de juro real substancialmente acima de níveis de equilíbrio.”, disse a Verde. “É um resultado que nos deixa frustrados.”

Most Read from Bloomberg Businessweek

©2022 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos