Mercado fechado
  • BOVESPA

    117.380,49
    -948,51 (-0,80%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.016,98
    +333,43 (+0,75%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,38
    +0,11 (+0,21%)
     
  • OURO

    1.857,70
    +1,50 (+0,08%)
     
  • BTC-USD

    33.890,36
    +443,11 (+1,32%)
     
  • CMC Crypto 200

    682,68
    +5,78 (+0,85%)
     
  • S&P500

    3.842,98
    +1,51 (+0,04%)
     
  • DOW JONES

    30.883,31
    -113,67 (-0,37%)
     
  • FTSE

    6.638,85
    -56,22 (-0,84%)
     
  • HANG SENG

    30.159,01
    +711,16 (+2,41%)
     
  • NIKKEI

    28.822,29
    +190,84 (+0,67%)
     
  • NASDAQ

    13.420,75
    +59,25 (+0,44%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6386
    -0,0134 (-0,20%)
     

Fundo soberano da Coreia do Sul aposta em ativos alternativos

Heejin Kim
·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- O fundo soberano da Coreia do Sul, com US$ 168 bilhões sob gestão, planeja alocar até 20% do portfólio em ativos alternativos como empresas de tecnologia, pois aposta que as taxas de juros perto de zero permanecerão por muito tempo.

“No médio a longo prazo, nossa direção é aumentar continuamente nossos ativos alternativos, que agora estão em torno de 16% (do nosso portfólio)”, disse Choi Hee-nam, CEO do Korea Investment Corp. “Acho que podemos aumentar para até 20% em três anos”, afirmou em entrevista.

Para aumentar essa exposição, o fundo planeja abrir um escritório em São Francisco nos próximos meses para que possa investir em empresas do Vale do Silício.

“A infraestrutura tecnológica não é mais algo de que iremos precisar, mas algo de que precisamos agora, porque a tecnologia se tornou grande parte de nossas vidas”, acrescentou.

Ao longo do ano, o fundo investiu em ações de empresas que se beneficiaram durante a pandemia, como na Peloton Interactive, grupo de tecnologia de fitness cujos papéis subiram 408% com as quarentenas impostas devido ao coronavírus, e da empresa de cibersegurança Zscaler, que se valorizou 329%.

Choi disse que as pessoas se acostumaram com a conveniência da tecnologia em segmentos como compras online. As ações do segmento “fique em casa” continuarão a subir à medida que as vacinas sejam distribuídas, destacou.

O fundo continuará em busca de oportunidades para incluir ações chinesas de tecnologia no portfólio e não está preocupado com o crescente confronto entre as duas maiores economias do mundo por enquanto.

“Se as tensões tecnológicas entre a China e os EUA aumentarem, temos que pensar sobre isso (investimentos em tecnologia na China), mas, neste estágio, não estamos mudando nossas posições”, disse.

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2020 Bloomberg L.P.